Efasc 22/05/2019 22h29 Atualizado às 06h15

Feira Pedagógica é alternativa para comprar orgânicos em Santa Cruz

Alimentos podem ser comprados todas as segundas, das 17 à 19 horas, na sede da Escola Família Agrícola, em Linha Santa Cruz

A comunidade pode comprar alimentos orgânicos diretamente das unidades familiares dos estudantes da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc). Toda segunda-feira, das 17 às 19 horas, acontece na sede do educandário a Feira Pedagógica, que oferece em torno de 40 produtos alimentícios diferentes – provenientes de 11 municípios do Vale do Rio Pardo. São hortaliças, grãos, frutas, compotas e produtos agroindustriais que incentivam a alimentação saudável, resgatam sabores e saberes e ajudam os jovens em sua formação educacional.

Conforme a monitora Bruna Richter Eichler, o espaço da feira é coordenado por um coletivo de alunos, que muda semanalmente para que todos possam ter a experiência de atuar na organização. Já o fornecimento das mercadorias envolve todos os estudantes, do primeiro ao terceiro ano. “Trabalhamos todos os aspectos dentro da área de produção agropecuária. É preciso pensar da produção ao fornecimento, comprometendo-se com a entrega dos produtos no prazo estabelecido”, explica. Na esteira do aprendizado estão as boas práticas agrícolas, do campo à prateleira.

Além disso, o monitor Evandro da Rosa ressalta que a feira é imprescindível para que os jovens tenham contato com os consumidores, uma vez que mais de 70% não haviam tido essa proximidade com o público comprador. O feedback desses clientes também é considerado fundamental para a formação dos feirantes, que precisam ficar atentos a aspectos como higiene e apresentação dos alimentos nas bancas. “Nosso objetivo principal é que aprendam, na prática, a fazer feira. Vários egressos da escola, que hoje são feirantes, começaram o processo aqui na feira pedagógica”, salienta.

De acordo com o professor João Reis Costa, coordenador da Efasc, a condição para que os estudantes participem do espaço é que os alimentos fornecidos sejam essencialmente orgânicos, cultivados em ambientes protegidos e livres de contaminação.  Também frisa que todo recurso levantado com as vendas é revertido diretamente aos agricultores familiares, para que reinvistam em suas propriedades. “A feira pedagógica da Efasc cumpre sua função ao aproximar o estudo da prática, onde um aperfeiçoa o outro. Ora o estudo indica a melhor prática, ora a prática indica a melhor forma e o que estudar. Assim fazemos essa experiência valer a pena para estudantes, famílias e escola”, refere.

Como adquirir

A Feira Pedagógica da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul ocorre todas as segundas-feiras, das 17 às 19 horas, na sede da instituição (nas dependências do Seminário São João Batista, em Linha Santa Cruz). No grupo da feirinha no Facebook é possível conferir semanalmente a listagem dos produtos disponíveis, os preços dos alimentos e fotografias. Os organizadores também aceitam encomendas, que podem ser feitas através do telefone (51) 98277 6369.

Estudantes e feirantes

A jovem Iasmin Emanuele Becker, de 16 anos, é estudante do primeiro ano da Efasc e participa da Feira Pedagógica desde a primeira edição deste ano letivo. Esta semana também integrou o coletivo de organização do espaço. “É uma experiência muito importante para nosso processo de aprendizagem”, ressalta. Moradora de Linha Madalena, em Venâncio Aires, costuma oferecer no espaço frutas da estação, hortaliças de sua área experimental e bolachas e pães caseiros da agroindústria da família.

Os alimentos da horta experimental conduzida por Gustavo Dettenborn, de 17 anos, também estão disponíveis nas bancas: alface, repolho, couve-flor e brócolis são alguns dos produtos oferecidos pelo estudante do terceiro ano, que participa do projeto desde o início de sua formação escolar. Na propriedade da família, em Vale Verde, nesta época do ano também costuma colher as frutas do pomar implantado pela bisavó, que são disponibilizadas para os consumidores da
Feira Pedagógica.

Foto: Michelle TreichelMonitores Evandro da Rosa e Bruna Eichler ajudam na coordenação do espaço
Monitores Evandro da Rosa e Bruna Eichler ajudam na coordenação do espaço

 

Semana dos orgânicos começa amanhã
A Articulação em Agroecologia do Vale do Rio Pardo (AAVRP) promove a Semana dos Alimentos Orgânicos no Vale do Rio Pardo, a partir de amanhã e até 5 de junho. O tema será Produto orgânico: melhor para a vida! Qualidade e saúde do plantio ao Prato. O ato de abertura da programação ocorrerá amanhã, às 9 horas, na sede da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc), com entrada gratuita. Na sequência, às 10 horas, está agendado o painel A agroecologia no contexto do Vale do Rio Pardo, com a participação da professora Virgínia Elisabeta Etges, do Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional da Unisc. Também participarão dos debates o agricultor agroecológico Roque Finkler, do Grupo Eco da Vida, de Venâncio Aires, e a egressa da Efasc e estudante do curso de Agroecologia da Uergs Bruna Richter Eichler.

Foto: Michelle TreichelIasmin Emanuele Becker, de 16 anos, vende produtos da agroindústria da família
Iasmin Emanuele Becker, de 16 anos, vende produtos da agroindústria da família

 


MAIS LIDAS