Rural 29/05/2019 23h49 Atualizado às 08h53

Semana dos orgânicos: experiências com agroecologia para compartilhar

Jovens, quase todos egressos da Efasc, falaram sobre suas experiências acadêmicas e profissionais atuais

Seis painelistas, todos jovens com atuação em diversas áreas da agricultura familiar na região, abordaram a temática Juventude, Cooperação e Agroecologia nessa quarta-feira durante 7ª Semana dos Orgânicos da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc). A atividade teve a participação de 90 pessoas, entre estudantes, agricultores e técnicos, e integrou a programação da Semana dos Alimentos Orgânicos da Articulação em Agroecologia do Vale do Rio Pardo (Aavrp).

Pela manhã, o painel Alimentos orgânicos, conexões possíveis contou com a participação do egresso da Efasc e mestrando em Desenvolvimento Rural, Evandro de Oliveira Lucas, e da agricultora familiar Andressa Petter, do organismo de controle social (OCS) Orgânicos Estrela, de Estrela. Evandro abordou o conceito de agroecologia e suas repercussões na academia e na agricultura familiar camponesa. Já Andressa trouxe sua realidade de produção de alimentos saudáveis em sua propriedade no Vale do Taquari. Para ela, fazer agroecologia é antes de mais nada demonstrar amor pela terra, por produzir alimentos saudáveis. “E momentos como esse nos dão mais coragem para seguir em frente”, avalia.

Na parte da tarde, o painel sobre A inserção dos egressos da Efasc nas experiências agroecológicas na região teve como debatedores com a juventude quatro egressos da escola: Edson Hochscheidt, agricultor familiar e técnico em agricultura, de Santa Cruz do Sul; Danielli Fabris, técnica em agricultura da Coopsat, de Rio Pardo; Mateus Ferreira Reis Costa, técnico agrícola da Ecovale, natural de Sinimbu; e Diego Scherer, técnico em agricultura, acadêmico do Bacharel em Agroecologia da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) e Associação Gaúcha Pró-Escolas Famílias Agrícolas (Agefa), de Santa Cruz do Sul.

Os participantes do painel relataram as suas realidades profissionais, que vão do trabalho na propriedade familiar à assessoria técnica junto a entidades da região, bem como de suas experiências acadêmicas após a formação na Efasc. “Voltar à escola na condição de egresso e socializar a nossa experiência com os estudantes é muito gratificante e nos dá força para seguir na luta pela agroecologia na região”, disse Mateus Ferreira Reis Costa. “Eventos como esse, que trazem os egressos de volta à escola para socializarem o seu trabalho junto à agricultura familiar regional, promovendo a agroecologia, nos deixa primeiramente muito felizes, mas também nos mostra de que estamos no caminho certo”, destacou o tesoureiro da Agefa, o agricultor familiar de Vera Cruz, Márcio Manske.

Abelhas nativas

O campus da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) de Santa Cruz do Sul sedia nesta quinta-feira a roda de conversa com o tema As abelhas nativas e a alimentação orgânica. O encontro ocorre das 19 horas às 20h30 e terá como condutores Pablo Pereira (Secretaria Estadual do Meio Ambiente), Sanderlei Pereira (Emater), Nadilson Ferreira e Péricles Massariol (Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural) e Karine Schoeninger (Unisc). Os temas que serão discutidos são Produtos das abelhas nativas para uma alimentação orgânica, Relação com a agroecologia, Os agrotóxicos e Regularização ambiental e sanitária.

Também nesta quinta-feira, mas à tarde, haverá o painel As abelhas nativas e a alimentação orgânica, no auditório do bloco 19 da Unisc, das 13h30 às 16h30. Os assuntos abordados e os palestrantes serão os mesmos da roda de conversa à noite na Uergs, com debates e questionamentos ao final. As duas atividades integram a Semana dos Orgânicos.