Preço abusivo? 18/03/2020 11h12

Após denúncias, Procon fiscaliza preço do álcool gel em farmácias de Santa Cruz

Órgão recebeu diversas reclamações de consumidores

O avanço do coronavírus e a divulgação de uma das medidas de prevenção, utilizar o álcool gel, fez com que a população corresse até as farmácias à procura do produto. Com isso, começaram as denúncias com relação ao preço abusivo de álcool, luvas e máscaras. E, para tentar conter este aumento, o Procon de Santa Cruz do Sul esteve em nove farmácias na manhã desta quarta-feira, 18.

Segundo o coordenador do Procon, Marcelo Estula, as denúncias chegaram nessa terça-feira, 17. “Estamos acompanhando o desenvolvimento da cobrança de valores do álcool, luvas e máscaras. Recebemos diversas reclamações por telefone e estamos indo nos locais denunciados para apresentar uma notificação.”

Com isso, os locais têm cinco dias para encaminhar as notas fiscais de compra e venda desde o dia 1º de janeiro. “Quem não informar o valor ou se suspeitarmos de irregularidades na cobrança, encaminhamos para o Ministério Público do Estado, que tomará as medidas cabíveis. Neste caso, ele pode ou não determinar multa”, explica.

LEIA TAMBÉM: Álcool gel começa a faltar nas farmácias de Santa Cruz

Denúncias
Estula comenta que a comunidade pode continuar denunciando locais em que considerem os valores abusivos. “Podem nos ligar para o telefone 151 e é importante informar o endereço do estabelecimento e o valor cobrado.”

Estabelecimentos receberam notificação para apresentar documentos | Foto: Aline Silva/Rádio Gazeta

App
O coordenador do Procon orienta que a comunidade pode acessar o valor de produtos por meio do celular. O aplicativo Menor Preço coloca os valores de itens, em cada município do Estado, e a evolução do preço. “Orientamos esse acompanhamento até para que se evite prejuízo aos consumidores.”

Com informações da repórter Aline Silva, da Rádio Gazeta

LEIA MAIS: Saiba como descobrir onde os produtos e combustíveis estão mais baratos