REGIÃO 12/07/2019 14h44 Atualizado às 14h57

Em menos de três anos, prefeitos retiraram mais de R$ 500 mil em diárias

Destino principal foi a Capital, Brasília, em busca de emendas parlamentares

Regularmente são repassados e debatidos gastos com diárias de Legislativos de toda a região Centro Serra. No entanto, pouco se discute sobre o valor retirado por prefeitos, uma vez que estes também gastam consideravelmente em deslocamentos em busca de recursos para seus municípios. O gasto com diárias, no entanto, não se restringe à busca de emendas parlamentares em Brasília ou reuniões no Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Em pesquisas feitas – as quais são acessíveis a qualquer cidadão - no site do Tribunal de Contas do Estado foram verificadas despesas em diárias de prefeitos para locais pitorescos do país como Campos dos Goytagazes no Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu, no Paraná, Canela, Torres, Aguas de Chapecó em Santa Catarina, ente outras cidades. Os 8 prefeitos gastaram mais de R$ 602.484,23 nos anos de 2017, 2018 e 2019 - que ainda não acabou.

Os valores investidos, conforme os prefeitos, são expressamente utilizados para a busca de recursos e melhorias para os municípios, e em sites de pesquisa e das próprias prefeituras, bem como em reportagens de Jornal e Rádio, é possível apurar o quanto cada mandatário trouxe em recursos para as cidades.


Gastos por município:

Gilnei Arlindo Luchese - Lagoa Bonita do Sul – R$ 56.603,53

Luiz Affonso Trevisan - Sobradinho – R$ 135.862,27

Marciano Ravanello - Arroio do Tigre – R$ 64.447,50

Valdoir Francisco da Silva - Tunas – R$ 83.463,18

Valdir Rodrigues da Silva - Segredo – R$ 70.403,19

André Carlos Da Cas - Ibarama – R$ 92.684,00

Cecília Montagner Ceolin - Estrela Velha – R$ 15.964,57

Bertino Rech - Passa Sete – R$ 22.462,43

Cirano de Camargo - Lagoão – R$ 60.593,56

TOTAL: R$ 602.484,23