Fique ligado 18/06/2020 12h36

Prefeitura alerta para comunicado falso que circula nas redes sociais

Recado compartilhado em grupos de mensagem não corresponde com a realidade de Santa Cruz do Sul

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul alertou, na manhã desta quinta-feira, 18, para um comunicado falso que circula pelas redes sociais no município. O texto afirma que haveria pessoas se passando por agentes da Vigilância Sanitária para ingressar nas residências e realizar roubos.

A orientação da imagem é que as pessoas não recebam agentes para realização de testes de Covid-19, afirmando que não está sendo realizado nenhum tipo de exame “pelo Estado ou pelo Município”. O cartaz, no entanto, não tem identificação de origem nem menciona o nome de algum município ou Estado.

LEIA TAMBÉM: VÍDEO: saiba qual a diferença entre o teste rápido e o PCR

Por não ter identificação, a imagem circulou por diversos municípios brasileiros. Há registros de moradores que receberam e questionaram a imagem, por exemplo, em Atibaia (SP), no Estado de Alagoas, Campos dos Goytacazes (RJ), Maringá (Paraná), Petrópolis (RJ), entre muitos outros. Em parte dos municípios, o cartaz foi desmentido pelas prefeituras ou imprensa local.

Há, no entanto, municípios brasileiros que emitiram a mesma mensagem ou comunicados semelhantes. Em tais locais realmente não há nenhum órgão realizando testes para o novo coronavírus, situação diferente de Santa Cruz do Sul, onde é realizada a terceira fase da pesquisa Evolução da Prevalência das Infecções por Covid-19 no Brasil (Epicovid19-BR).

LEIA TAMBÉM
Pesquisa mostra que 0,5% dos gaúchos possuem anticorpos contra a Covid-19
Pesquisa nacional de prevalência da Covid-19 segue até segunda-feira


O estudo, real, é realizado em todo o País por agentes do Ibope, que visitam moradores de 133 cidades brasileiras (incluindo Santa Cruz do Sul), e realizam testes rápidos para a Covid-19. A terceira fase será realizada nos dias 21, 22 e 23 de junho.

A imagem que circula em grupos de conversa, portanto, é real, mas não corresponde com a realidade de Santa Cruz do Sul. No município, a organização do estudo, feito pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel), orienta que os moradores participem da iniciativa.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS