Escolas 31/10/2018 21h36

Cpers orienta professores a paralisarem atividades nesta quinta-feira

Categoria deve se mobilizar devido ao anúncio do governo de iniciar o pagamento dos salários somente no dia 12 de novembro

O 18º núcleo do Cpers conclamou os professores estaduais da região a cruzarem os braços nesta quinta-feira, 1º, em protesto contra o atraso nos salários. Na manhã desta quarta, o governo do Estado anunciou que deve iniciar o pagamento dos salários de outubro do funcionalismo somente no dia 12 de novembro.

Segundo a diretora do núcleo, Cira Kaufmann, a categoria está “chocada” com o anúncio que, de acordo com ela, “deixa os servidores em situação muito fragilizada”. “É uma atitude pequena e vingativa de um governador que perdeu as eleições”, disparou. Por enquanto, não há previsão de a paralisação se estender. A entidade está orientando os professores a tomarem empréstimos no Banrisul, se isso for necessário.

Já o representante do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia (Ugeirm), Orlando Brito de Campos Júnior, disse que a categoria deve avaliar uma paralisação. “Entendemos a situação complicada da segurança pública. Mas não há condições de o servidor trabalhar sem receber”, criticou. Conforme ele, a possibilidade de uma medida judicial também vai ser estudada.