Ensino Superior 16/06/2020 18h46

MEC divulga novas datas de inscrições no Sisu, Prouni e Fies

Alteração ocorre por solicitação de universidades

Ministério da Educação (MEC) alterou as datas das inscrições aos principais programas de acesso às universidades para atender a uma solicitação das instituições de ensino superior públicas e privadas, segundo informou o secretário de Ensino Superior do MEC, Wagner Vilas Boas Souza.

O edital que muda o prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre, de 16 a 19 de junho para 7 a 10 de julho, deve ser publicado na quarta-feira, 17. O Programa Universidade Para Todos (Prouni), que teria as inscrições abertas de 23 a 26 de junho, teve a data alterada para 14 de julho. E o perído para inscrições no Financiamento Estudantil (Fies), que seria de 30 de junho a 3 de julho, passou para 21 a 24 de julho.

LEIA MAIS: MP autoriza MEC a escolher reitores temporários durante pandemia

Conforme o secretário, a mudança ocorre devido à suspensão de atividades acadêmicas e administrativas nas universidades, em consequência da pandemia do novo coronavírus.

Atendendo solicitações da Associação Nacional de Dirigentes de Institutos Federais de Ensino Superior (Andifes), primeiro o MEC postergou o prazo para as instituições aderirem ao Sisu, que passou para 25 a 29 de maio para o dia 12 de junho. “Se nós não tivéssemos prorrogado na data prevista a gente só teria, no máximo, 40 mil vagas ofertadas. E essa prorrogação permitiu um acréscimo de pelo menos 20% no número de vagas. Hoje são 51 mil vagas que serão ofertadas no Sisu justamente em função da prorrogação”, comentou o secretário.

A consulta dos estudantes às vagas disponíveis no Sisu poderá ser feita a partir do dia 30 de junho. 

LEIA MAIS: Inscritos no Enem podem escolher novas datas para realização da prova


EAD no Sisu

A partir do segundo semestre de 2020 será possível fazer, pela primeira vez, a inscrição para cursos de Educação a Distância (EAD) no Sisu.

“Essa prorrogação nos permitiu inclusive essa inovação. Até então as instituições públicas só poderiam oferecer vagas presenciais pelo Sisu. As vagas eventualmente de EAD que as instituições públicas têm elas oferecem nos seus próprios portais, então não é dada muita divulgação. A gente inovou alterando a portaria do Sisu, alterando as regras, para que as instituições, além das vagas presenciais possam ofertar então ensino à distância”, diz o secretário.

Conforme Souza, a expectativa é que o número de vagas a distância oferecidas nas universidades públicas aumente a cada novo processo seletivo. Na rede particular, o número de vagas a distância chega a 40% do total.

LEIA MAIS: Matrícula no ensino superior a distância aumentou 45% de 2016 a 2018

Confira o calendário do Sisu, Prouni e Fies

Calendário: Sisu, Prouni, Fies.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS