Copa Wianey Carlet 07/11/2018 19h54 Atualizado às 08h07

Avenida empata com o Aimoré em São Leopoldo

Periquito ficou no 1 a 1 e reencontrará o Índio Capilé no próximo domingo, em Santa Cruz, tentando vaga à semifnal

O Avenida empatou com o Aimoré por 1 a 1 na noite desta quarta-feira, 7, no Cristo Rei, em São Leopoldo, no primeiro duelo das quartas de final da Copa Wianey Carlet. No confronto de volta, que será no próximo domingo, nos Eucaliptos, em horário a definir, o Periquito joga por vitória ou empate sem gols, pois marcou na casa do adversário, para garantir a classificação à semifinal da Copinha. O Índio Capilé avança em caso de triunfo ou igualdade no placar a partir de 2 a 2, mas se devolver o 1 a 1, a decisão será nos tiros livres da marca do pênalti. O vencedor enfrenta Grêmio ou São José, que ficaram no 0 a 0 em Eldorado do Sul.

PRIMEIRO TEMPO

Logo aos 4 minutos, o Periquito surpreendeu os donos da casa. Após um contra-ataque fulminante, Moisés Baiano foi à linha de fundo e cruzou para Jô, como se fora um centroavante, marcar de cabeça – 1 a 0 em São Leopoldo. Com duas linhas defensivas bem formatadas, o Avenida não cedia espaços e conseguia controlar as ações. Aos 11, Diego Superti cobrou falta e a bola passou longe da meta de Fabiano Heves.

O time alviverde administrava a vantagem sem pressa, enquanto o Índio Capilé tentava encontrar soluções para furar o forte bloqueio armado pelo técnico Fabiano Daitx. Aos 24, Brandão aproveitou o lançamento na área, porém testou fraco e Heves defendeu com tranquilidade. Sem correr riscos, o Periquito buscava os contragolpes para ampliar o escore. Aos 28, Welder tocou para Flávio Torres, mas Pablo chegou antes e fez a defesa.

O Aimoré dava sinais de nervosismo e ansiedade, deixando o torcedor impaciente, enquanto o Avenida valorizava a posse de bola e via o relógio passar na etapa inicial. Aos 38, um lance polêmico. Brandão invadiu a área e dividiu com João Neto. Os jogadores do Índio Capilé pediram pênalti, no entanto, o árbitro Érico Andrade mandou o jogo seguir.

Aos 41, em cobrança de falta, Henrique finalizou à esquerda do gol de Fabiano Heves. A pressão nos minutos finais foi toda da equipe do Vale do Sinos. E ela surtiu efeito aos 47. Diego Superti cruzou no segundo poste, Douglão desviou e Brandão, de canhota, deixou tudo igual – 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO

O Avenida voltou com uma mudança do intervalo: Jonathan ingressou na vaga de Roger, que já tinha cartão amarelo. As primeiras movimentações foram de equilíbrio, porém sem nenhuma chance efetiva para os dois lados. O Aimoré insistia no ataque, mas esbarrava na forte marcação do Periquito, que, por sua vez, tinha dificuldades para puxar o contragolpe e só tentava ameaçar na bola parada.

Aos 22, Fabiano Daitx promoveu a segunda troca no time, com Alexandre no lugar de Moisés Baiano. O panorama do confronto praticamente não mudou a partir da segunda metade da etapa complementar. O Índio Capilé era mais agressivo, enquanto o Periquito não conseguia encontrar alternativas para superar a defesa adversária.

Os donos da casa quase ficaram novamente em vantagem aos 37. Dentro da pequena área, Jajá cabeceou à queima-roupa e Fabiano Heves voou no ângulo direito, evitando o segundo gol. Aos 40, o clima esquentou depois da expulsão do técnico Gelson Conte por reclamação. Para segurar o resultado, Daitx sacou Welder e mandou Felipe Cordeiro a campo aos 46.

O Índio Capilé ameaçou três minutos mais tarde. No erro de Jonathan, que tocou de cabeça para trás, Thiaguinho ficou cara a cara com Fabiano Heves, que abandonou a meta e salvou o Periquito. Com o empate, o time alviverde ainda é o único invicto na Copinha. Em 15 partidas, são dez vitórias e cinco empates.

Demais resultados da rodada

Gaúcho 2 a 1 Internacional
Real 0 a 1 Ypiranga
São José 0 a 0 Grêmio

COPA WIANEY CARLET
QUARTAS DE FINAL – JOGO 1
AIMORÉ 1 a 1 AVENIDA

Data e horário: Quarta-feira, 7 de novembro, 20h
Local: Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo
Árbitro: Érico Andrade
Gols: Aimoré - Brandão (47/1ºT); Avenida -  Jô (4/1ºT)
Cartões amarelos: Murilo, Douglão e Jajá (Aimoré); Roger e Flávio Torres (Avenida)

AIMORÉ
Pablo; Diego Superti (Murilo), Renato, Douglão e Henrique Ávila; Diguinho (Digaô), Karl, Emerson Santos (Roger), Marco Antônio (Thiaguinho) e Diego; Brandão (Jajá)
Técnico: Gelson Conte

AVENIDA
Fabiano Heves; João Neto, Luís Henrique, Tairone e Roger (Jonathan); Jô, Felipe Manoel, Moisés Baiano (Alexandre) e Maurício; Welder (Felipe Cordeiro) e Flávio Torres
Técnico: Fabiano Daitx

 

 


MAIS LIDAS