Estudo 13/10/2020 08h27

Coronavírus pode sobreviver até 28 dias em celular e dinheiro

Pesquisa revela que vírus permanece infeccioso em temperaturas baixas e no ambiente controlado do laboratório

O vírus responsável pela Covid-19 pode sobreviver em notas de dinheiro, em telas de celulares e no aço inoxidável por até 28 dias. É o que aponta um estudo divulgado pela agência científica nacional da Austrália (CSIRO). O estudo foi publicado na revista científica Virology Journal.

Os pesquisadores descobriram que, a 20 graus Celsius e no ambiente controlado do laboratório, o vírus permanece infeccioso por 28 dias em superfícies lisas, como vidro de telas de celulares e cartões plásticos. Outros experimentos foram realizados a 30 e 40 graus Celsius, com tempos de sobrevivência diminuindo com o aumento da temperatura.

LEIA TAMBÉM: Estudo confirma o primeiro caso de reinfecção por Covid-19 nos EUA

“Estabelecer por quanto tempo o vírus realmente permanece nas superfícies nos permite prever e mitigar sua disseminação com mais precisão, e fazer um trabalho melhor de proteger o nosso povo”, disse o presidente-executivo da CSIRO, Larry Marshall.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS