Crime 30/12/2018 15h05

Ex-prefeito gaúcho mata namorada e se suicida

Caso é investigado pela Polícia Civil, que suspeita que a mulher tenha sido morta por estrangulamento

A Polícia Civil de Estância Velha investiga desde a manhã desse sábado, 29, a morte do ex-prefeito da cidade, Elivir Desiam (PTB), de 57 anos, e da namorada dele, Lúcia Bialoso Valença, de 35. Os dois foram encontrados mortos na manhã desse sábado, com poucas horas de diferença. A principal suspeita da polícia é de que o homem tenha matado a namorada e se suicidado algumas horas depois. 

O corpo de Desiam foi encontrado na praia de Imbé, por veranistas, às 8h20. Ele foi retirado do mar por guarda-vidas e socorrido por uma equipe do Samu, mas não resistiu. Horas mais tarde, pouco depois das 10 horas, o corpo de Lúcia foi encontrado na casa dela, pela Brigada Militar. De acordo com o jornal NH, a Polícia Civil afirma que foram encontrados R$ 3 mil junto ao corpo da mulher.

O ex-prefeito teria ido até a casa da ex-mulher, na praia de Mariluz, por volta das 7h30 desse sábado. Transtornado, ele teria dito que havia “feito bobagem”. A ex-mulher, Suely Lopes, afirmou à polícia que ele entregou documentos e dinheiro e passou informações sobre os bens que possuía. Após, saiu da casa em estado de desespero. Pouco depois, conforme o NH, ele teria ligado para Suely anunciando que iria “resolver o problema”. 

A Polícia Civil ainda aguarda a perícia para atestar a causa da morte de Lúcia, mas a principal suspeita é de que ela tenha sido estrangulada. O casal estava com o casamento marcado: eles tiveram os nomes publicados em um edital de casamento no site do cartório de Registro Civil de Novo Hamburgo. O ex-prefeito, conhecido como Toco, esteve à frente da Administração Municipal entre 2001 e 2008. Lúcia era funcionária pública da Prefeitura de Estância Velha. O corpo dele será sepultado em Imbé, enquanto o dela será enterrado no município onde moravam.