Vera Cruz 28/07/2019 14h12 Atualizado às 20h12

Vítima de acidente com lareira teve 66% do corpo queimado

A mulher está internada em Porto Alegre, em estado gravíssimo

O estado da mulher vítima de um acidente doméstico com uma lareira ecológica, em Vera Cruz, é gravíssimo. A informação foi repassada pela assessoria de imprensa do Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre, para onde Juliane Gonçalves, de 40 anos, foi transferida ainda na noite desse sábado, 27.

De acordo com o cirurgião plástico que atendeu Juliane no hospital, Dr. Antonio Cortes Fernandes, ela teve 66% do corpo queimado e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Informações iniciais da equipe dariam conta de que ela tinha tido 80% do corpo ferido, mas exames mais minusciosos atualizaram o dado para os 66%.

Ela chegou a ser atendida no Hospital Santa Cruz (HSC) após o acidente, mas foi transferida em seguida para o HCR, que é referência em tratamento de pessoas queimadas. Na casa de saúde, ela passou por cirurgia. 

LEIA MAIS: Mulher queimada em explosão de lareira é transferida em estado grave

O Corpo de Bombeiros Misto de Vera Cruz foi acionado, por volta das 18h20, no Bairro Figueiras. Quando chegaram ao local, o fogo já havia sido contido pelos moradores. Juliane, a proprietária da casa, sofreu as  queimaduras e o sofá da residência chegou a ser atingido pelas chamas. Um homem e uma criança, que também estavam no local, não se feriram.

Ainda segundo os Bombeiros, a família não soube informar como o sinistro começou. Uma das hipóteses é de que tenha sido colocado combustível em excesso na lareira, que funciona à base de álcool.