Denúncia 22/10/2019 14h43 Atualizado às 00h45

Menino de Rio Pardo teria sido agredido pela madrasta em Canoas

Hematomas foram provocados no fim de semana. Menino foi levado à pediatra, que acionou o Conselho Tutelar

Um menino de seis anos, natural de Rio Pardo, teria sido espancado pela madrasta no último fim de semana, em Canoas. Depois das agressões, o pai trouxe o menino para a casa da avó, em Rio Pardo.

Nas imagens encaminhadas por familiares ao Portal Gaz, o menino aparece com hematomas na nádega, no braço, nas costas e na perna, todos do lado esquerdo do corpo. “Quero encontrar esses bandidos. Bateram nele até ficar desse jeito”, disse a tia-avó da criança.

Conforme registro feito pela avó paterna na Delegacia de Polícia de Rio Pardo, o pai teria a guarda da criança há um ano e residia com a companheira e o menino em Canoas. Um familiar da madrasta teria encontrado o menino e chamado o pai, que acabou constatando as agressões. A madrasta não foi mais localizada.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, o menino relatou ao pai que a madrasta teria utilizado um pedaço de pau para desferir os golpes. O motivo da agressão seria porque a criança teria urinado na cama.

A própria avó viu as marcas e levou o menino a uma pediatra. A médica foi quem acionou o Conselho Tutelar. Apesar de ser um caso sigiloso, o conselho afirma que o menino passa bem, já está em local seguro e que a situação foi encaminhada à Justiça. Ainda segundo o Conselho Tutelar de Rio Pardo, não está descartada a participação do pai nas agressões. A criança está recebendo acompanhamento psicológico.

*Em cumprimento ao Estatuto da Criança e do Adolescente, o nome da vítima não pode ser divulgado.