Santa Cruz 01/11/2019 07h24 Atualizado às 11h45

Assassinato no Motocross teria sido para afastar pai e filho

Crime aconteceu em setembro e vitimou Tiago Aliandro Kohlrausch; advogado, suspeito de ser o mandante, foi preso nesta manhã

Um advogado foi preso em Santa Cruz do Sul na manhã desta sexta-feira, 1º, suspeito de ser o mandante do assassinato do mecânico Tiago Aliandro Kohlrausch, de 30 anos. O crime aconteceu na noite do dia 23 de setembro, na casa onde o funcionário da Prefeitura morava, no Loteamento Motocross, no Bairro Arroio Grande.

Além do advogado, que foi capturado no Bairro Dona Carlota, outro homem foi preso, de posse de duas armas de fogo no Bairro Santo Antônio, que foram apreendidas. Conforme o delegado Alessander Garcia, da 2ª Delegacia de Polícia, foram cumpridos mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva, do advogado. Os presos não tiveram os nomes divulgados pela polícia.

Segundo o delegado, o advogado é padrasto do filho de Tiago Kohlrausch, e o crime teria sido motivado para afastar o pai biológico do menino. “Temos algumas diligências em curso, mas a linha inicial da motivação se confirmou durante a investigação. Temos a questão de uma disputa pelo direito de visita da vítima ao filho pequeno. Isso que levou ao cometimento do crime. O advogado mantém um relacionamento com a mãe da criança, e essa questão de tentar afastar o pai biológico da criança foi a motivação”, explicou o delegado. 

O crime aconteceu na noite do dia 23 de setembro, na casa onde o funcionário da Prefeitura morava, no Loteamento Motocross, no Bairro Arroio Grande. Ele foi morto com pelo menos dez tiros. A arma usada no crime, uma pistola calibre 380, segundo o delegado, ainda não foi localizada. A mãe do filho da vítima também é investigada.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados, mas a advogada de defesa do homem acusado de ser o mandante do crime explicou que ainda está tomando conhecimento sobre o inquérito e tem expectativa de que ele seja liberado o quanto antes.

A ação foi da 2ª Delegacia de Polícia (DP) e contou com o apoio da 1ª Delegacia, Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) e delegacias de Vale do Sol e Sinimbu.

O crime

Mecânico concursado da Prefeitura e pai de um bebê com pouco mais de um ano, Tiago Aliandro Kohlrausch, 30, tornou-se vítima da violência em Santa Cruz do Sul. Atingido por pelo menos dez tiros, ele morreu na garagem de casa, na Rua Walder Rude Kipper, situada no loteamento Motocross, no Bairro Arroio Grande. O homicídio aconteceu por volta das 20 horas de uma segunda-feira, 23 de setembro de 2019.

LEIA MAIS: Homem é morto a tiros no loteamento Motocross

Não há testemunhas do assassinato, tampouco uma descrição do carro utilizado. Segundo informações colhidas pela Polícia Civil e Brigada Militar, a namorada de Tiago estava no banho quando escutou barulhos que vinham do lado de fora da casa. Quando saiu, encontrou o namorado morto, caído ao lado do Omega Suprema que estava estacionado na garagem. Os peritos recolheram no local 12 estojos deflagrados de pistola calibre 380, o que indica o número de tiros disparados.

LEIA MAIS: Morte no Motocross: cena do crime em local afastado desafia a investigação

Tiago Kohlrasch era mecânico da Prefeitura | Foto: Reprodução