POLÍTICA NACIONAL 15/01/2021 19h49

Presidência da Câmara: como vão votar os deputados da região?

Eleição ocorre em fevereiro e definirá os rumos da relação entre governo federal e Congresso. Heitor Schuch e Marcelo Moraes representam o Vale do Rio Pardo na Casa

Os representantes do Vale do Rio Pardo na Câmara dos Deputados ainda não têm voto definido na eleição para a presidência da Casa, que vai ocorrer no início de fevereiro e tende a ser decisiva para o futuro próximo da política nacional, já que ditará os rumos da relação entre governo federal e Congresso. Tanto Heitor Schuch (PSB) quanto Marcelo Moraes (PTB) foram questionados pela Gazeta do Sul na tarde dessa quinta-feira, 14.

Marcelo alegou que ainda é cedo para definir uma posição. “Ainda tem muita água para passar debaixo dessa ponte”, disse. O PTB é um dos partidos mais próximos ao presidente Jair Bolsonaro, que tem como candidato Arthur Lira (PP-AL).


Já o PSB integra a oposição, que está costurando um acordo em torno do nome de Baleia Rossi (MDB-SP), com o apoio do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Schuch, porém, afirmou que irá aguardar a posição oficial de sua legenda.

LEIA TAMBÉM: Partidos definem líderes de bancadas na Câmara

Marcel Van Hattem entra na disputa

Além de Baleia e Lira, a disputa pela presidência da Câmara deve contar com outros candidatos, entre eles o gaúcho Marcel Van Hattem, cuja candidatura foi lançada nessa quinta-feira pelo partido Novo. Essa será a segunda vez que Hattem, deputado mais votado do Rio Grande do Sul em 2018, concorrerá ao cargo. Na primeira, em 2019, obteve apenas 23 votos.

“Temos convicção de que o Brasil merece mais e por isso estamos decididos a enfrentar esse enorme desafio, em uma eleição onde o que mais conta é a posição individual dos parlamentares”, disse. Além deles, também devem concorrer André Janones (Avante-MG), Capitão Augusto (PL-SP) e Fábio Ramalho (MDB-MG).

LEIA TAMBÉM: Presidente do Legislativo rebate críticas sobre recesso da Câmara