Verão com cuidado 18/01/2019 21h27

Sobe o número de locais impróprios para banho no Rio Grande do Sul

Na região, a Praia Carlos Larger, de Candelária, está entre os pontos sem condições para banhistas

Subiu para 24 o número de pontos impróprios para banho no Rio Grande do Sul, nesta semana, conforme o sexto relatório de balneabilidade das praias gaúchas divulgado nesta sexta-feira, 18, pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). Nenhum dos pontos impróprios está localizado no Litoral. Na semana passada eram 16 pontos inadequados.

No Vale do Rio Pardo, a Praia Carlos Larger, de Candelária, está entre os locais não indicados para banho. Os demais pontos impróprios para banho são: Balneário Caverá, no Rio Ibirapuitã, em Alegrete; Praia Recanto das Mulatas, no Lago Guaíba, em Barra do Ribeiro; Balneário Rainha do Sol, no Rio Ibicuí, em Manoel Viana; Balneário Passo do Verde, no Rio Vacacaí, em Santa Maria; Balneário da Jacaquá, no Rio Ibicuí, no município de São Francisco de Assis; Balneário Rebelo, na Lagoa dos Patos, em Tapes; Balneário Passo do Umbú, no Rio Ibicuí, em São Vicente do Sul; Praia da Barrinha na Lagoa dos Patos, em São Lourenço do Sul; Balneário Fernando Schilling, no Rio Jaguari, no município de Jaguari, e o Balneário Pedro Osório, no Rio Piratini, em Pedro Osório.

Em Pelotas, seis pontos permanecem sem condições de banho na Praia do Laranjal: Santo Antônio - Rua Bagé e Santo Antônio - Avenida Rio Grande do Sul, Balneário dos Prazeres, Colônia Z-3, Valverde - Pontal da Barra e Valverde - Aki Pizza.

Em função das enchentes de alguns rios não foi possível coletar as amostras de água em sete pontos monitorados que foram incluídos na relação de locais impróprios pelo critério do princípio da precaução. São eles: dois pontos do Rio Santa Maria, na Praia das Areias Brancas, em Rosário do Sul e no Balneário São Simão, em Cacequi. Dois pontos do Rio Ibicuí, no Passo do Silvestre, em Itaqui e na Praia Passo Real em Dom Pedrito. Outros dois pontos do Rio Jacuí na Praia Nova em Cachoeira do Sul e no Balneário Santa Vitória em Rio Pardo, e o Balneários das Tunas, no Rio Vacacaí, em Restinga Seca.

Neste ano o projeto Balneabilidade ampliou para 44 o número de municípios monitorados, com a inclusão dos balneários de Pelotas e Tavares. Ampliou também o número de pontos monitorados para 94. Em Pelotas, a coleta e o monitoramento são de responsabilidade do Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (Sanep).