Sessão suspensa 02/12/2019 18h16 Atualizado às 21h19

Caminhoneiros fazem protesto contra presidente da Câmara

A manifestação foi motivada por uma postagem da vereadora Bruna Molz nas redes sociais que criticava os motoristas que deixam cargas vivas expostas ao sol

Um grupo de caminhoneiros realizou um protesto na tarde desta segunda-feira, 2, em Santa Cruz do Sul contra a presidente da Câmara de Vereadores, Bruna Molz. A manifestação foi motivada por uma postagem da vereadora nas redes sociais que criticava os motoristas que deixam cargas vivas expostas ao sol.

LEIA MAIS: Publicação de vereadora causa polêmica: “desumanos diabólicos

“Você que é caminhoneiro e transporta carga viva de animais e estaciona seu caminhão no olho do sol, você é um baita de um filho da p.”, escreveu a ativista da causa animal na ocasião.

A movimentação dos caminhoneiros e das famílias começou na Rua Professor João Marcos Goettems, no Bairro Santo Antônio, de onde o grupo saiu por volta das 18 horas em direção à sede da Câmara de Vereadores, no Centro. O protesto percorreu as ruas Paul Harris, Assis Brasil, Júlio de Castilhos, Ernesto Alves e Fernando Abott até a frente do Legislativo.

Os cinco caminhões e alguns carros receberam cartazes com os dizeres “#ForaMolz” e “Bruna! Respeite o povo, pede pra sair” e percorreram as vias buzinando. Um dos veículos levava um touro mecânico coberto por um guarda-sol. Participam também mulheres e crianças.

A Fiscalização de Trânsito acompanhou a movimentação e orientou o tráfego no trajeto. A segurança da Câmara foi reforçada nesta segunda-feira e havia viaturas da Brigada Militar no local. Bruna Molz estava presente na sessão.

Os manifestantes pararam em frente à sede, buzinando e exigindo um pedido de desculpas usando um megafone. A sessão da Câmara foi suspensa e houve tumulto no Plenário. Um homem estaria gritando contra a vereadora e outro teria tentado agredir ele. Um vigilante foi chamado ao local. Logo após, a vereadora falou na tribuna e se desculpou com a categoria.

LEIA MAIS: “Jamais eu ofenderia uma categoria inteira”, diz Bruna Molz na tribuna


MAIS LIDAS