Região 27/03/2020 10h49

Afubra envia pedido de apoio às fumageiras

Sugestão é de empresas adiantem o pagamento aos produtores

A Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) enviou nessa quinta-feira, 26, uma solicitação às fumageiras para que apoiem os fumicultores no atual momento que o Brasil e o mundo estão enfrentando, em razão da pandemia do coronavírus.

Segundo o presidente da Afubra, Benício Werner, embora a orientação de isolamento e parada de atividades seja a mais acertada pela saúde de todos, a interrupção da venda do tabaco atinge financeiramente não só as empresas, mas, principalmente, os produtores.

“Sugerimos que cada empresa efetue um adiantamento aos seus produtores integrados por conta do tabaco contratado e que será repassado assim que houver a liberação de volta ao trabalho. O adiantamento poderia ser descontado na entrega do tabaco”, explica Werner, enfatizando que seria uma forma justa e de reconhecimento ao trabalho realizado pelos produtores.

LEIA MAIS
Momento instável preocupa produtores de tabaco da região
Feirantes de Santa Cruz sofrem queda de 30% na produção
Entidades empresariais iniciam pressão para retomar atividades

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS) também solicitou às fumageiras a antecipação ou o adiantamento de parte do valor. Para o presidente Carlos Joel da Silva, é necessário olhar o lado mais fraco desta cadeia: o produtor. “Sabemos que as empresas buscam estreitar a parceria. Agora é a hora, auxiliando quem mantém a indústria, o agricultor.”

O pedido da federação se deve aos problemas com a estiagem e, agora, com a Covid-19, que colocam em xeque a sustentabilidade financeira das famílias. Conforme a Fetag, com o fechamento temporário das matrizes das empresas, o agricultor está sem saber como agir.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS