Fumicultura 30/06/2020 22h32

Por dentro da safra: época de cuidar das mudas de tabaco e da lenha para cura

O compromisso é cuidar bem das bandejas, para que as plantas não sofram com a baixa temperatura nem sejam acometidas de doenças

Olá, pessoal! Tudo bem? Esta é uma semana em que, ao que tudo indica, finalmente vamos vivenciar o inverno típico em toda a região central do Estado. Além do frio bem mais forte, ainda temos a chuva, que já caiu nessa segunda-feira, 29, e com previsão de vir muito mais água por esses dias. Com isso, nas propriedades, o compromisso é cuidar bem das mudas de tabaco nas bandejas, para que não sofram com a baixa temperatura e nem sejam acometidas de doenças.

Aqui na propriedade, nossa programação é para iniciar o plantio ali por 15 a 20 de julho. Até lá, a gente se preocupa em preservar a sanidade das mudinhas. Deixa-se o plástico para proteger contra chuva forte, frio ou geada, mas mantendo frestas para que elas possam respirar, e para que o ar circule por dentro dos túneis justamente para não proliferarem fungos ou bactérias. Além disso, a orientação é para que a lâmina de água permita que as bandejas fiquem no nível dos tijolos, de maneira que as mudas fiquem acima dessa linha de tijolos, para que o ar possa circular bem entre as mudinhas.

Por dentro da safra 30/06

POR DENTRO DA SAFRA | Esta é uma semana em que, ao que tudoindica, finalmente vamos vivenciar o inverno típico em toda aregião central do Estado. Além do frio bem mais forte, ainda temosa chuva. Com isso, nas propriedades, o compromisso é cuidarbem das mudas de tabaco nas bandejas, para que não sofram coma baixa temperatura e nem sejam acometidas de doenças

Posted by Portal GAZ on Monday, June 29, 2020

LEIA MAIS: Por dentro da safra: o campo de pai para filho

Hora de preparar a lenha da nova safra

Com o frio mais intenso e a chuva, as tarefas de lavoura agora ficam em compasso de espera. Com as manhãs muito geladas, ficamos mais tempo perto do fogão, tomando chimarrão e apreciando pinhão. Ao fim do dia, também é época de se recolher mais cedo, até para preservar a saúde. Uma das providências que tivemos de tomar foi passar o defensivo pré-emergente na lavoura para que ele possa ter efeito sobre plantas invasoras na área de terra em que será feito o plantio de tabaco dentro de algumas semanas.

E agora, aproveitamos os dias de frio para fazer a lenha de eucalipto a ser usada na cura do tabaco. Costumamos fazer ao menos metade da lenha necessária em cada safra, e o restante adquirimos de fornecedores. Fazer a lenha exige tempo, e é tarefa desgastante, mas precisa ser executada. Na foto acima aparecem meu pai, seu Aloísio Pedro Weber, e nosso vizinho, Nestor Hentschke, que costuma nos auxiliar em algumas tarefas; posteriormente, o ajudamos em trabalhos em sua propriedade. Estão envolvidos no corte de eucaliptos. É importante que a lenha seja feita nesta época, o mais tardar em julho, para que possa secar bem até o momento em que começará a colheita do tabaco, mais para o final do ano.

LEIA MAIS: Por dentro da safra: geada para formar gelo sobre os panos

As inúmeras vantagens do eucalipto

A produção de lenha de eucalipto é uma providência fundamental em propriedade dedicada ao cultivo de tabaco. Se o produtor opta por unicamente comprar lenha, insumo importante na atividade, acaba tendo gasto anual muito alto, e esse item tem impacto forte no custo de produção. Ao mesmo tempo, quando aproveita área da propriedade para implantar reflorestamento para fins energéticos, em questão de anos terá a garantia de fornecimento de lenha para a cura do tabaco e de madeira para outras finalidades.

As mudas de eucalipto vão exigir mais cuidados basicamente no primeiro ano, para evitar um possível ataque de formigas. Depois, é só deixar elas crescerem, e em seis ou sete anos se terá lenha. Depois do primeiro corte ainda é possível explorar novamente a segunda brotação. Aqui na propriedade, praticamente tudo o que temos de construções envolveu lenha de eucalipto. Quando precisamos de postes, caibros, ripas, vigas, sempre usamos eucalipto. É um ótimo curinga, para todas essas necessidades.

LEIA MAIS:
Por dentro da safra: o frio faz bem à agricultura
Por dentro da safra: aviários são alternativa de renda