CULTURA 01/09/2020 21h57

Um livro, um filme, um disco

Às terças e quintas-feiras, colaboradores da Gazeta compartilham dicas culturais

Às terças e quintas-feiras, um colaborador da Gazeta compartilha uma dica de um livro, um filme e um álbum musical com os leitores, como um estímulo cultural. Veja as indicações de Maria Regina Eichenberg:

Um livro

Elza (2018). Dona de uma das maiores vozes do Brasil, Elza Soares tem a vida contada em biografia escrita pelo jornalista Zeca Camargo. A trajetória da cantora é fascinante por tudo o que representa. Uma mulher negra que nasceu na periferia carioca, venceu a fome, enfrentou o racismo, o luto e brilhou nos palcos brasileiros e internacionais.

Um filme

O filme Casa Grande, de Fellipe Barbosa, mostra a desigualdade social brasileira ao retratar uma família moradora da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e sua relação com os empregados da residência. Quase concluindo o Ensino Médio, o jovem Jean observa uma piora nas condições econômicas enquanto vive as angústias e aventuras da adolescência.

Um disco

Por influência de minha mãe, muito ouvi o disco Batuque, de Ney Matogrosso, na infância. Lançada em 2001, a obra traz um repertório formado por grandes clássicos da música brasileira dos anos 30 e 40, reinterpretados pelo artista. A qualidade do disco passa pela voz e performance inconfundíveis do showman Ney, além da riqueza instrumental. Salve a música brasileira!

LEIA TAMBÉM: Um livro, um filme, um disco, por Maurício Goulart