Cinema 07/09/2020 12h49

'Viva - A Vida É uma Festa' é atração nesta segunda

Filme retrata a tradição do Dia dos Mortos no México

Desde 2012, a Pixar vinha anunciando um filme sobre a comemoração do Día de los Muertos, no México. Nos anos 1980, e em live action, John Huston já adaptara o romance de Malcolm Lowry, À Sombra do Vulcão. A odisseia do cônsul Firmim num único dia, o dos Mortos, em Cuernavaca. Em 2016, até Daniel Craig – 007 Contra Spectre – teve aquela eletrizante perseguição na festa dos mortos, na abertura do filme, na Cidade do México.

Lee Unkrich concebeu a história de Miguel, o menino que sonha ser músico e vai parar na Terra dos Mortos, procurando ajuda do trisavô para retornar ao mundo dos vivos.

Unkrich foi codiretor de Toy Story e diretor do 3. Chamou Adrian Molina para ser roteirista e o promoveu a codiretor.

LEIA TAMBÉM: Netflix anuncia minissérie sobre Ayrton Senna

Viva – A Vida É uma Festa é a atração desta segunda-feira, 7, na Globo, após Fina Estampa, às 22h30.

O anúncio do filme gerou protestos da comunidade latina – nos EUA e no México. A Pixar contratou consultores mexicanos para se assegurar da honestidade. Gael García Bernal e Edward James Olmos cederam as vozes. Tudo pela autenticidade.

O filme ganhou os Oscars e os Globos de Ouro de animação e canção, Remember Me. Teve a maior bilheteria da história do México. Possui um visual extraordinariamente rico e colorido. Derrotou O Touro Ferdinando, de Carlos Saldanha, que tem certa similaridade pelos temas latinos.

LEIA TAMBÉM: Série inédita, ‘Power Book II: Ghost’ estreia neste domingo