Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

PANDEMIA

Após cinco semanas, Sistema 3AS volta a emitir Aviso

Micrografia eletrônica de varredura colorida de uma célula apoptótica (vermelha) fortemente infectada com partículas do vírus SARS-CoV-2 (verde) | Crédito: NIAID

Após cinco semanas consecutivas sem Avisos e Alertas, o governo do Estado, emitiu um novo Aviso, para a região de Pelotas (R21). A definição foi feita após análise dos técnicos do GT de Saúde e divulgada nesta quarta-feira, 22, após reunião do Gabinete de Crise. O Aviso é o primeiro passo do Sistema 3As de Monitoramento, com o qual o governo do Estado gerencia a pandemia no Rio Grande do Sul.

Segundo os técnicos do GT Saúde, o aumento contínuo de casos de Covid-19 na região de Pelotas, que lidera esse indicador, com quase o dobro da média estadual, justifica este novo Aviso. Foram registrados 158,8 novos casos por 100 mil habitantes na R21, enquanto que a média estadual no mesmo período foi de 83,4 casos por 100 mil habitantes. A esse aumento, soma-se o fato de a região ter a quarta menor taxa de imunizados, totalizando 39,3% da população com o esquema vacinal completo, enquanto a proporção no Rio Grande do Sul é de 44,3%.

LEIA MAIS: Cai a procura por máscaras e álcool gel em Santa Cruz

O vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, que comandou o Gabinete de Crise nesta quarta, 22, reafirmou a importância do trabalho de monitoramento feito pelos técnicos do governo desde o início da pandemia.

“Seguimos com o dedo no pulso, como o governador Eduardo Leite costuma dizer. Mesmo com a ampliação da população gaúcha vacinada e a estabilização do cenário da pandemia no Estado de forma geral, reforçamos o lembrete feito sempre pelo GT Saúde de que a pandemia não acabou e de que precisamos seguir respeitando os protocolos, especialmente em relação ao uso da máscara e a higienização constante das mãos”, disse o vice-governador.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.