Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Verão

Balneários de Rio Pardo são procurados nesta época do ano

A chegada do verão é promessa de movimento nos balneários de Rio Pardo, muito procurados por moradores de Santa Cruz do Sul e de outros municípios da região. Próximo às festas de fim de ano, as casas ocupadas pelos veranistas já estão recebendo pintura nova e limpeza completa.

A poucos minutos do Centro de Rio Pardo, a Praia dos Ingazeiros é bastante procurada por moradores e turistas. Ela tem muita sombra, área de churrasqueiras e sete restaurantes, com destaque para o Costaneira e o Pérola Negra – este com um píer para atracagem de lanchas. A Avenida Perimetral, acesso à praia, costuma ser fechada em determinados horários do fim de semana para servir como pista de caminhada e ciclismo.

A reclamação é quanto ao lixo acumulado. “O lugar é muito bonito, mas poderia receber uma conservação melhor”, comentou a técnica em enfermagem Adriana Crema, de 34 anos. Ela visitou a praia acompanhada da filha e do marido Rudinei Scapin, almoxarife de 41 anos, residentes em Vera Cruz. O trevo da Avenida Perimetral com a BR–471 exige reparos, em razão do pavimento esburacado.

A queixa com lixo é a mesma no Balneário Santa Vitória, a dez quilômetros do Centro. As lixeiras estão transbordando, e os moradores revelam que não há um caminhão para o recolhimento. Outro problema é a grama alta próximo à faixa de areia. “Isso é absurdo. A gente paga imposto e não vê nada de retorno. Nas ruas, a patrola fez metade do serviço. O resto foi com os moradores. Se quisermos um ambiente melhor, temos que fazer por conta própria”, diz o comerciante Lale Santos, que tem um bar há dez anos no local.

A veranista Vanessa Lima fica com a filha, o marido e a sogra durante três meses no balneário e gosta do ambiente. “Estamos com a casa aqui há três anos. A praia é boa, lota bastante. Mas alguns detalhes podem melhorar, como a falta de banheiros e o recolhimento do lixo.”

Porto Ferreira quer ampliação da faixa de areia

A Associação dos Moradores do Porto Ferreira vem encaminhando suas demandas com a Prefeitura. A estrada foi patrolada e as lâmpadas queimadas foram substituídas. Um dos pedidos é a ampliação da faixa de areia, o que está em discussão. O caminhão de lixo passa três vezes por semana.

No clube haverá baile de Réveillon, jantar dançante em 14 de janeiro e um dia de esportes, com data a ser definida, que vai contar com torneios de bocha e futebol, além de passeio ciclístico. A associação também deseja reativar a festa em homenagem a Iemanjá. “Cobramos quando é necessário, mas também reconhecemos quando o trabalho é realizado. Precisamos estar engajados para fazer acontecer”, resume o presidente da associação, Carlos Almeida, o Magrão.

O aposentado José Ilsor Kroth, de 62 anos, frequenta o balneário há três décadas. Nesse longo período, criou amizades e acumulou histórias. “Isso aqui é a minha paixão. Não consigo viver sem”, define.

À frente de um bar há 15 anos, próximo da rampa de acesso à praia, Júlio César Fontoura, de 47 anos, espera mais movimento a partir do Réveillon. “Muita gente de Santa Cruz vem para cá, principalmente após o Natal. A expectativa é lotar nos primeiros dias de janeiro”, explica.

Porto das Mesas

No Porto das Mesas, a situação é de precariedade. O acesso de 11 quilômetros se torna um problema nos dias de chuva, com pontos de atoleiro. A linha de ônibus é suspensa nessas condições. A conservação das ruas está abandonada.

O último patrolamento aconteceu no ano passado, somente na principal. A iluminação é deficiente, com lâmpadas queimadas e fiação deteriorada. O recolhimento de lixo não é feito há pelo menos um mês. Para evitar arrombamentos, os proprietários fazem visitas de rotina durante o ano. Os próprios moradores fazem a roçada e limpeza na área da praia.

Outros municípios

No balneário Monte Alegre, em Vale Verde, um caminhão faz o recolhimento de lixo e os trabalhos de rotina foram mantidos mesmo no final da atual gestão, como patrolamento das vias e roçadas nas áreas públicas. Em Candelária, a Prainha recebeu mais churrasqueiras e a Prefeitura executa os serviços de roçada e limpeza. O restaurante tem um novo ecônomo e já está em funcionamento.

A estrutura foi pintada, bem como as churrasqueiras e as pedras do trilho de acesso. Há um problema no esgoto e a empresa contratada pela Prefeitura fará o reparo no dia 30. A quadra receberá uma carga de areia e vai sediar uma etapa do Circuito Sesc em janeiro, com disputas no futebol, vôlei e basquete. A programação do balneário também conta com os concursos Musa do Sol e Musa da Lua durante o verão.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.