Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Região Central

Brigadiano mata ex-sogra e ex-companheira e comete suicídio

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Moradores da pequena cidade de Toropi, na região central do Estado, assustaram-se com um caso de duplo feminicídio seguido de suicídio ocorrido na tarde dessa segunda-feira, 24. O fato aconteceu em uma residência da localidade de Passo do Galvão, no interior do município com 2,8 mil habitantes, que fica a 60 quilômetros de Santa Maria.

De acordo com a Polícia Civil, um brigadiano teria assassinado a ex-esposa, Claudia Urban Soares, de 25 anos – com quem tinha uma uma filha de 1 ano e 5 meses -, e a ex-sogra, Delmi Urban Soares, de 55 anos. Na sequência, teria cometido suicídio. O autor, Arlen Vieira Trindade, de 29 anos, é lotado na Brigada Militar (BM) de Porto Alegre. Em entrevista ao Portal Gaz, o delegado responsável pelo caso, Jun Sukekava, relatou que as circunstâncias do crime ainda estão sendo apuradas.

LEIA TAMBÉM: Suspeito de tentativa de homicídio na Vila Triângulo é preso

Segundo o delegado, os tiros contra as vítimas teriam sido efetuados com uma pistola Imbel calibre .40, que era da corporação, e acertado o peito das vítimas. Em seguida, o homem teria atirado contra a própria cabeça. De acordo com Sukekava, recentemente a ex-companheira de Trindade teria entrado na Justiça solicitando uma pensão alimentícia. “Ainda estamos ouvindo pessoas para traçar as motivações. No entanto, sabemos que ele (o autor) estava inconformado com uma ação de alimentos que a vítima propôs contra ele”, explicou o delegado.

LEIA TAMBÉM: Polícia indicia acusado de chacina em Tunas

Diligência ao local dos fatos foi realizada ainda na noite dessa segunda | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Testemunha do fato será ouvida

O casal estava separado desde agosto do ano passado. Claudia ainda foi socorrida com vida e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no caminho para a casa de saúde de uma cidade vizinha. Ainda de acordo com o titular da Delegacia de Polícia (DP) de São Pedro do Sul, que atende os municípios de Toropi, Dilermando de Aguiar, Quevedos e São Pedro, no início de maio, Claudia Urban Soares havia registrado uma ocorrência contra o policial militar.

“Ela se sentiu ameaçada porque ele ligou para a irmã dela dizendo para ela desistir da ação, caso contrário, ela iria se arrepender”, afirmou Sukekava. Uma diligência na residência onde estavam os corpos foi realizada ainda na noite dessa segunda-feira, quando os peritos coletaram elementos para a investigação. A irmã de Claudia e também filha de Delmi, de 17 anos, presenciou os assassinatos e suicídio, pois estava na casa. “Ela foi a única testemunha do fato e estamos aguardando um pouco para ouvi-la”, finalizou o delegado.

Ajuda

Em todo o país, há o Centro de Valorização da Vida (CVV). É um serviço nacional que atua diretamente no acolhimento e amparo emocional, na luta contra o suicídio. Por dia, o número 188, de ligação gratuita e sigilosa, recebe cerca de 10 mil ligações em todo o Brasil. O atendimento se dá também por meio do chat, no site cvv.org.br ou pessoalmente nos 120 postos de atendimento.

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS DA ÁREA POLICIAL

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.