Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Região

Candelária receberá projeto social da JTI para coibir trabalho infantil

A empresa JTI (Japan Tobacco International) vai implantar em Candelária o programa social Alcançando a Redução do Trabalho Infantil Pelo Suporte à Educação (Arise). A atividade tem como foco ajudar a prevenir e eliminar o trabalho infantil em comunidades produtoras de tabaco e já está em desenvolvimento nos municípios de Ibarama, Sobradinho, Arroio do Tigre e Lagoa Bonita do Sul. A supervisora de projetos sociais da empresa, Marinês Kittel, e o gerente de assuntos corporativos, Gabriel Quiliconi, apresentaram o projeto ao prefeito em exercício, Nestor Ellwanger, durante visita na última segunda-feira, acompanhados pelo senador Luis Carlos Heinze (foto).

A reunião contou ainda com a presença do presidente do Sindicato Rural, Mauro Flores, do vereador Celso Gehres e da irmã do senador, Sandra Heinze Ribeiro, que mora em Candelária. O gerente de Assuntos Corporativos salientou que o foco principal do projeto é contribuir para erradicar o trabalho infantil nas lavouras de tabaco onde a JTI atua. Isso deve ser feito não somente no Brasil, mas também na África, especialmente na Tanzânia, Zâmbia, Malawi e Etiópia.

A supervisora Marinês explicou que o trabalho será expandido para mais seis municípios, dentre eles Candelária. A implantação ocorrerá em uma escola municipal ainda a ser escolhida. Mais tarde, haverá a formalização de um termo de compromisso. As ações preveem a realização de um diagnóstico da necessidade do colégio e atividades no contraturno promovidas pelo programa, que banca os custos.

LEIA TAMBÉM: Produtores gaúchos já colhem a nova safra de arroz

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.