Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Operação

Pai e filha são presos por tráfico de drogas em Candelária

Em operação conjunta deflagrada no início da manhã desta terça-feira, 21, a Polícia Civil e a Brigada Militar prenderam um homem de 43 anos e uma mulher de 26, pai e filha, em uma residência do Bairro Ewaldo Prass, em Candelária. Os dois são investigados como administradores de um ponto de tráfico de drogas. Foram apreendidas no local 33 porções de cocaína, além de cerca de R$ 3 mil em dinheiro, quatro telefones celulares e um sistema de câmeras de vigilância que a Polícia Civil suspeita que servisse para monitorar a aproximação das forças de segurança.

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, sendo quatro em Candelária. Em paralelo à ação no Ewaldo Prass, policiais também cumpriram uma ordem judicial em uma casa do município de São Jerônimo, que seria do verdadeiro proprietário da residência em Candelária. No local, foram encontrados aproximadamente R$ 5 mil, totalizando cerca de R$ 8 mil em dinheiro apreendido. Conforme a delegada Alessandra Xavier de Siqueira, que coordenou a operação, a investigação é relacionada a homicídios ocorridos recentemente na cidade.

LEIA MAIS: Homem é morto a tiros dentro de casa em Candelária

“Estávamos encontrando algumas dificuldades com as pessoas do bairro em colaborar fornecendo informações para a polícia. Conseguimos reunir algumas provas para representar pelos mandados, com objetivo de coletar mais evidências. Essas mortes que ocorreram têm relação com o tráfico, pois muitas vezes os usuários e pessoas que têm desvaneças com traficantes são executadas, até para servir de exemplo para as outras pessoas da vila”, comentou a delegada.

O proprietário da residência de Candelária, morador de São Jerônimo, não foi preso. “Ele pode ser indiciado ao final do inquérito”, explicou Alessandra Xavier de Siqueira. A dupla presa em flagrante no Bairro Ewaldo Prass vai responder por tráfico e associação para o tráfico de drogas. O homem de 43 anos foi conduzido ao Presídio Estadual de Candelária. “A mulher, como está grávida, próximo de ganhar o filho nas próximas semanas, vamos manter em prisão domiciliar”, complementou a delegada responsável pela Delegacia de Polícia de Candelária.

LEIA TAMBÉM: Polícia apreende R$ 59 mil em dinheiro do tráfico de drogas

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.