Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

matrimônio

Casamentos mais duradouros são do Nordeste e do Sul; veja dicas para manter a união

Foto: Agência Brasil

Casar, além de ser uma união voluntária entre duas pessoas que desejam construir uma família, é também sobre respeitar e entender o jeito do outro. De acordo com dados das Estatísticas do Registro Civil – Divórcios 2020, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) neste ano, o tempo médio de duração de um casamento antes do divórcio caiu no Brasil de quase 16 anos (15,9) em 2010 para pouco mais de 13 anos (13,3) em 2020.

É comum casais passarem por momentos difíceis e crises ao longo do tempo, mas querer resolver a situação e planejar um futuro com a pessoa amada são alguns dos segredos para longevidade no amor. A mesma pesquisa aponta que Sul e Nordeste são as regiões do País em que os casamentos mais duram antes de chegar ao fim. Em 2020, esses números eram de 14,7 anos e 14,2 anos, respectivamente.

VEJA: VÍDEO: casamento surpresa sela união de casal em Linha Nova

“Para fazer com que a relação tenha a verdadeira felicidade e harmonia, muitas pessoas têm recorrido a caminhos alternativos para renovar as energias da união. Uma dessas vias é acreditar na espiritualidade e unir a saúde mental à fé. É possível tornar sinérgico o cuidado com a saúde mental por meio da terapia e com a crença na espiritualidade para vencer os obstáculos amorosos”, explica Maicon Paiva, especialista em relacionamentos.

Cinco dicas para ter casamento tranquilo duradouro:

1. Converse sempre

Todo relacionamento deve haver, sempre, o diálogo. Certifiquem-se de que o outro saiba do que te incomoda, assim como procure saber o que incomoda no outro. Ouvir o outro é um exercício muito importante para essa reconexão e isso deve ser feito com muita empatia, pois nem sempre os problemas têm o mesmo peso um para o outro.

LEIA TAMBÉM: Câmara aprova medida provisória que unifica sistemas de cartórios; entenda

2. Procure desacelerar

Diante das nossas responsabilidades, traumas, cobranças e tudo que possa nos conturbar mentalmente, procure desacelerar para não descontar as vibrações negativas no outro. Entenda que ele(a) também tem seus problemas e que não merece ouvir palavras que machucam. Ao desacelerar, você consegue ouvir melhor e tudo tende a melhorar.

3. Se fortaleça espiritualmente

As energias negativas podem afetar a vida amorosa e uma das melhores formas para enfrentar uma crise no casamento é com a ajuda espiritual. A realização do Casamento Espiritual, por exemplo, proporciona boas vibrações, energias positivas e bloqueia tudo que possa interferir negativamente na união de um casal, fazendo voltar a ser como no início, com mais amor, respeito e reciprocidade.

VEJA: VÍDEO: conheça as músicas mais populares nas paylists de casamento dos brasileiros

4. Fuja da rotina

Qualquer atividade em casal é bem-vinda na relação. Ao frequentar academia, aula de dança ou qualquer outra atividade, o casal começa a sentir cada vez menos o impacto da rotina. Sentir a presença do(a) parceiro(a) nos projetos de vida é uma forma de fidelizar a relação de forma amorosa, reconhecendo que deseja continuar ao lado do outro.

5. Faça surpresas

É preciso falar o óbvio! Mesmo amando o companheiro(a), você precisa externar o que sente, quebrando qualquer tipo de insegurança que, porventura, exista na relação. Falar do que sente e dizer o quanto a pessoa amada é importante na sua vida é uma forma bem efetiva de harmonizar a relação a qual faz parte.

LEIA TAMBÉM: Rumo ao altar: setor de casamentos projeta crescimento em 2022

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.