Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

preocupação

Cevs intensifica vigilância para identificar possível entrada da variante Ômicron no RS

Desde essa segunda-feira, 29, o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) intensificou o trabalho de vigilância genômica, que permite identificar as variantes do coronavírus circulantes no Estado. A finalidade é verificar a possível entrada da nova variante Ômicron, identificada na África do Sul.

De acordo com o especialista em saúde do Cevs, Richard Steiner Salvato, todas as amostras analisadas nos laboratórios do Cevs que resultarem positivas e que tenham carga viral suficiente passarão por um teste de RT-PCR específico para a identificação de possíveis casos da variante Ômicron. Caso o teste indique a presença de uma mutação existente na Ômicron e não na Delta ou na Gamma – variantes em circulação no Rio Grande do Sul atualmente -, essa amostra passará por um sequenciamento genético completo para a confirmação. Esse teste poderá ser realizado no Cevs ou na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

A vigilância genômica do coronavírus é um trabalho de rotina do Cevs durante a pandemia, mas é intensificada durante os períodos em que surgem novas variantes de preocupação no mundo. VOC, variants of concern na sigla em inglês, são variantes que apresentam mutações genéticas capazes de trazer alguma mudança no comportamento do vírus.

Salvato explica que a Ômicron apresenta um grande número de mutações na proteína spike do vírus, que é a parte responsável por se ligar à célula humana, e também é a região em que parte das vacinas agem. As mutações na proteína spike fazem, principalmente, com que o vírus se torne mais transmissível. “A preocupação se dá pela rápida disseminação em países da África, mas ainda não é possível afirmar que, de fato, há alterações significativas no comportamento do vírus com essa variante”, completou.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.