Religião 16/02/2021 08h20 Atualizado às 11h20

Padre Paulo Mayer é enterrado em Santa Cruz

Pároco de Boqueirão do Leão foi sepultado durante a manhã, no Cemitério dos Padres, em Linha Santa Cruz

O corpo do padre Paulo Mayer, de 54 anos, chegou em Santa Cruz do Sul por volta das 20h30 dessa segunda-feira, 15. A necropsia ocorreu no Instituto Médico Legal de Passo Fundo. Já o velório aconteceu entre 7 horas e 8h30, na desta terça-feira, 16, na capela da Funerária Halmenschlager. Depois de uma oração, o corpo foi levado para o sepultamento no Cemitério dos Padres, localizado em Linha Santa Cruz. O enterro ocorreu por volta das 9 horas.

De acordo com a Brigada Militar, o corpo do religioso foi localizado pelo irmão gêmeo em um açude na localidade de Linha Sete Léguas, interior de Boqueirão do Leão, pouco após o meio-dia do domingo, 14. No entanto, de acordo com a BM, a morte deve ter ocorrido ainda na madrugada.

As circunstâncias não foram divulgadas pela Brigada Militar, mas a suspeita é de que ele tenha cometido suicídio. Junto à Casa Paroquial foi encontrado um bilhete, supostamente escrito pelo padre. A mensagem inicia com um pedido de perdão e segue dizendo: “Não aguento mais ver gente sofrendo e não poder fazer nada. Obrigado por tudo.”

Câmeras de segurança teriam captado o momento em que o padre deixou a residência, por volta das 2 horas, já na madrugada de domingo.

LEIA MAIS: Padre Paulo Mayer morre em Boqueirão do Leão

Paulo Mayer era natural de Rio Pardo e atuava como pároco da Paróquia São João Batista de Boqueirão do Leão. De acordo com a nota de pesar divulgada pela diocese de Santa Cruz do Sul, uma das características do religioso era a preocupação com o bem-estar dos outros.

O religioso foi vigário paroquial das paróquias Santo Inácio, de Lajeado; Nossa Senhora do Rosário, de Rio Pardo; e São Sebastião Mártir e Nossa Senhora da Natividade, em Venâncio Aires. Ele ainda atuou como Assessor Diocesano dos Coroinhas e foi reitor do Seminário São João Batista, de Santa Cruz do Sul. Desde 2009, Paulo Mayer respondia pela Paróquia São João Batista, de Boqueirão do Leão.

>> Leia outras notícias da área policial