Estelionato 17/03/2021 07h19 Atualizado às 07h31

Suspeito de aplicar golpes em empresas da região é preso em Santa Cruz

Trabalho do setor de Inteligência e da Força Tática da BM permitiu que homem fosse monitorado e detido na tarde dessa terça

Após ter suas ações monitoradas pelo setor de Inteligência da Brigada Militar (BM) ao longo dos últimos dias, um homem suspeito de aplicar golpes em lojas de materiais elétricos de Sobradinho e Candelária foi preso na tarde dessa terça-feira, 16, em Santa Cruz do Sul. Policiais da Força Tática (FT) montaram um cerco ao criminoso, que trafegava pela RSC-287 em direção à Região Metropolitana.

Viaturas acompanhavam a movimentação do suspeito e, por volta das 16 horas, na altura do quilômetro 103, próximo ao trevo do Gaúcho Diesel, ele foi abordado e identificado. O homem de 26 anos é natural de Novo Hamburgo, mas teria residência também em São José do Cedro, Santa Catarina. No estado vizinho, possui antecedentes por roubo e até sequestro.

LEIA TAMBÉM: Preso homem que aplicava golpes em lojas de materiais de construção

O Voyage branco que ele dirigia tem placas da cidade catarinense e estava com o licenciamento vencido. No porta-malas, os policiais encontraram chuveiros de luxo em caixas e grande quantidade de fios elétricos, enrolados. Os itens, avaliados em cerca de R$ 5 mil, haviam sido apanhados pelo criminoso durante a manhã de terça, em uma loja de Sobradinho.


A suspeita é de que mais objetos tenham sido recolhidos pelo estelionatário, mas estes já teriam sido levados para um possível depósito na Região Metropolitana de Porto Alegre. É o caso de produtos de um estabelecimento de Candelária, que não estavam no veículo.

LEIA TAMBÉM: Homens que aplicavam golpes em lojas de materiais de construção são presos

Após ser preso, o acusado foi levado até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). Ao delegado Paulo César Schirrmann, ele alegou que não sabia do golpe e seria motorista de aplicativo, contratado apenas para buscar os produtos nas lojas de Candelária nessa segunda-feira e em Sobradinho nessa terça pela manhã.

“No depoimento, ele alegou que foi apenas contratado para fazer essa corrida e iria entregar a mercadoria em uma casa de Canoas. Ele nos forneceu o endereço, e ela será averiguada pelas DPs dos municípios lesados”, afirmou o delegado.

Após o interrogatório, o homem foi liberado. “Ele figura como suspeito de participar do golpe e vai ser investigado. Posso dizer que há mais pessoas envolvidas, inclusive das cidades onde ocorreram os crimes”, salientou Schirrmann. O nome do investigado é mantido em sigilo.

Chuveiros de luxo e fios elétricos estavam no porta-malas | Foto: Alencar da Rosa

Como funciona o esquema

O modus operandi do golpe envolve um criminoso que entra em contato com as lojas e solicita contato para mandar uma mensagem, via WhatsApp, com uma lista de itens para orçamento. Usando indevidamente o logotipo de empresas com credibilidade na região, e utilizando os nomes dos proprietários desses estabelecimentos, o estelionatário faz os pedidos e diz que alguém vai buscar os produtos. Por acreditarem que estão em contato com clientes conhecidos, as lojas acabam entregando o material de forma condicional, mediante promessa de pagamento a prazo – o que acaba não acontecendo.

O comandante da 1ª Companhia e chefe de Inteligência do 23º BPM, capitão Rafael Carvalho Menezes, ressaltou o esforço das agências especializadas da Brigada Militar para que a ação fosse descoberta. “Foi um trabalho de cooperação entre a Inteligência, que levantou as informações, e a Força Tática, que efetuou a abordagem. Nossas equipes, na região, já haviam identificado a ação dele em Candelária. Monitorávamos a movimentação do veículo e constatamos, por meio da nossa rede de informações, que ele viria para Santa Cruz”, explicou o capitão Menezes.

Embora os casos tenham sido registrados em Sobradinho e Candelária, tentativas de aplicar o golpe também aconteceram em Santa Cruz do Sul. Uma ocorrência semelhante já havia sido descoberta pela BM em dezembro do ano passado, quando um homem de 29 anos foi preso em flagrante por aplicar golpes em lojas de materiais de construção, utilizando o mesmo modus operandi.

LEIA TAMBÉM: Golpe de funcionário fecha loja de assistência técnica em Santa Cruz


MAIS LIDAS