Outono 29/03/2021 12h20

Primeira onda de frio chega nesta semana

No Vale do Rio Pardo, previsão é de que a mínima fique na casa dos 13 graus. Em outras regiões, marcas serão ainda menores

O outono começou há pouco mais de uma semana, mas já foi possível notar seus primeiros sinais. As temperaturas baixaram em praticamente todas as regiões e trouxeram a sensação de que o inverno se aproxima.

A partir desta segunda, 29, porém, será possível notar as alterações mais significativas em praticamente todas as áreas do Rio Grande do Sul. Os próximos dias tendem a ser de amanhecer gelado, com manhã e tarde com marcas agradáveis. Desde domingo, a atuação de uma massa de ar frio sobre o território gaúcho vem indicando as mudanças. Sobretudo nas áreas mais altas, a variação foi bastante expressiva.

LEIA TAMBÉM: Sob efeito do La Niña, outono começa neste sábado

Para o Vale do Rio Pardo, a previsão ainda não é de frio tão intenso. A tendência é de que isso ocorra por volta da segunda metade de abril e no decorrer de maio. A partir deste período, inclusive, haverá chances de formação das primeiras geadas do ano nos pontos mais elevados da região. As temperaturas mínimas podem ficar na faixa dos 5 graus.

Mas enquanto isso, a população de Santa Cruz do Sul e região experimentará períodos amenos. É o que explica a meteorologista Estael Sias. A partir desta segunda o dia começa com marcas em torno de 13 a 15 graus. Ao longo da tarde, a temperatura vai encostar nos 22 graus.

LEIA TAMBÉM: Novembro teve uma das temperaturas mais altas já registradas no mundo

De terça-feira, 30, em diante, o cenário é propício para a formação de nebulosidade ao amanhecer, o que vai exigir atenção redobrada dos motoristas. A ocorrência de chuva não está descartada, mas espera-se que seja em pequenos volumes de quarta-feira em diante. “Nos próximos dias vai refrescar e o padrão será ameno, não é frio de inverno ainda, é a temperatura de outono”, esclarece.

Com o efeito, ainda não será preciso tirar o casaco do guarda-roupas. “Tem pessoas que sentem mais frio, outras menos. Mas uma ‘manguinha’ será suficiente para encarar estas temperaturas que prometem ser agradáveis”, garante.

Conforme Estael, a queda da temperatura, portanto, será maior nas máximas do que nas mínimas. As noites serão um pouco mais geladas, mas as tardes acabarão sendo muito agradáveis, encerrando a sequência de dias abafados e quentes.

Intensidade
Sobre a intensidade do frio previsto, Estael Sias destaca que o ar mais gelado que chegou domingo ao Oeste gaúcho e avança pelo Sul do Brasil não chega a ser tão forte. A tendência, de acordo com o prognóstico da MetSul, é que a atuação do ar frio alcance diversos estados. A massa de ar vai derrubar a temperatura nos três estados do Sul, no Mato Grosso do Sul e em São Paulo, além de áreas costeiras.

Clique e confira a previsão do tempo agora em Santa Cruz do Sul