Transporte 20/04/2021 06h49 Atualizado às 19h00

Grupo Santa Cruz assume a gestão da Estação Rodoviária

Administrador do terminal de Rio Pardo vai comandar o local no lugar da família Matte

A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs) aprovou, na última semana, a alteração societária da Estação Rodoviária de Santa Cruz do Sul. O processo também já havia passado pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). Os atuais sócios, Reinaldo Matte e Esther Matte Dreyer, vão deixar a gestão do local.

Com isso, a Estação Rodoviária de Rio Pardo Eireli, que já integrava a sociedade, vai assumir o controle do complexo. A empresa faz parte do Grupo Santa Cruz, formado também pela Viação União Santa Cruz, Santa Cruz Encomendas, Fofexx Encomendas e Multitur. Na prática, a concessão da rodoviária fica com a empresa que atualmente coordena a rodoviária de Rio Pardo.

LEIA TAMBÉM: Rodoviária de Santa Cruz vai passar por uma reforma geral

O interesse do grupo Santa Cruz pelo local é antigo. Um projeto chegou a ser elaborado pela empresa para revitalizar o espaço. A intenção é buscar uma parceria com a Prefeitura de Santa Cruz, atual responsável pelo prédio da Rodoviária. Questionado, o Grupo Santa Cruz afirmou que nada muda neste momento em relação aos serviços prestados.

A Estação Rodoviária de Santa Cruz do Sul foi fundada em 9 de maio de 1946 por Reinaldo Christiano Matte. Desde então, o complexo foi administrado pela família Matte. Em 1991, o terminal foi o primeiro do interior do Estado a informatizar a emissão de passagens. Atualmente, há venda de bilhetes para diversas cidades do Rio Grande do Sul e para destinos interestaduais, como São Paulo e Rio de Janeiro, além de cidades das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

LEIA MAIS: Clima de incerteza paira sobre a Estação Rodoviária de Santa Cruz