Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Investigação

CPI da Covid vota nesta quarta convocação de governadores e prefeitos

Presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM); relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL) | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou na noite dessa segunda-feira, 24, que o colegiado vai votar na próxima quarta-feira, 26, requerimentos para a convocação de “pelo menos” nove governadores e 12 prefeitos e ex-prefeitos. “Estados e capitais onde a PF investiga suspeitas de desvio de recursos de combate à Covid”, esclareceu o senador em seu Twitter, após uma reunião com líderes da comissão parlamentar. Os nomes dos gestores estaduais e municipais, contudo, não foram detalhados.

LEIA MAIS: Omar Aziz concorda que Pazuello é ‘um forte candidato’ a indiciamento

A convocação de governadores e prefeitos é uma bandeira do governo federal para tentar enfraquecer os questionamentos sobre a postura do governo Jair Bolsonaro durante a pandemia. A possibilidade de inquirir chefes de Executivos de Estados e municípios na CPI, inclusive, foi uma tônica do debate político antes da instalação do colegiado, feita pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), após ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso. Pacheco definiu, à época, que a CPI poderia investigar governadores e prefeitos dentro de suspeitas de desvio de recursos enviados pelo Palácio do Planalto para o combate à Covid.

A CPI da Covid retoma seus trabalhos nesta terça-feira, 25, com o depoimento da secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como “capitã cloroquina”.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.