Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Júri do Caso Kiss

“Daqui, não arredo o pé”, afirma mãe de vítima, em frente ao Foro Central

Foto: Alencar da Rosa

Das 242 histórias de vidas perdidas na Boate Kiss em 27 de janeiro de 2013, dezenas delas estão sendo contadas em frente ao prédio onde estão sendo julgados os acusados como responsáveis daquela que é considerada a maior tragédia do Rio Grande do Sul. Inúmeros familiares de vítimas estão alocados na chamada “tenda do cuidado”, em frente ao Foro Central I, em Porto Alegre. Dentre eles, está Marinês dos Santos Barcellos, de 48 anos.

Ela é mãe de Roger Barcellos, de 22 anos, que era entregador de ranchos dos supermercados Big e Carrefour, e fazia um bico como segurança da Kiss há dois meses e meio, quando ocorreu o incêndio. “No momento em que ocorreu o sinistro, chegamos ali na frente da Kiss, após sermos informados da situação. Foi um filme de terror. Não achei meu filho, corremos aos hospitais, mas também não o encontramos. Fomos achá-lo apenas no Centro Desportivo Municipal”, disse ela, fazendo referência ao local onde os corpos dos falecidos foram dispostos para reconhecimento dos pais, no dia seguinte à tragédia.

A mãe ressaltou a importância do filho no salvamento de feridos. “Pessoas que estavam lá viram e me contaram depois, que ele saiu e entrou novamente, salvando outras duas pessoas, mas depois não conseguiu mais sair.” Marinês trabalha com serviços gerais na Central de Clínicas, em Santa Maria. “Pedi férias para acompanhar todos os dias do júri. Daqui, não arredo o pé. Quero sair com a justiça feita. Tem mais gente, além desses, que deveriam estar aqui”, disse ela, que se emocionou ao lembrar a falta que o filho faz. “Ele ajudava em casa, era meu companheiro, amigo. Faz muita falta. É muito triste não ter ele mais aqui com a gente”. O julgamento do Caso Kiss tem previsão de ocorrer ao longo de, pelo menos, mais dez dias.

LEIA MAIS: Em tempo real: veja destaques, direto de Porto Alegre, do julgamento

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.