Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Saúde

Dermatologista alerta para perigo de negligenciar unhas e cabelos fracos

Importantes para a autoestima de homens e mulheres, unhas e cabelos não dizem respeito apenas ao autocuidado ou à vaidade — aspectos deles podem comunicar que algo no organismo não vai bem. O médico dermatologista pela Associação Médica Brasileira (AMB), Dr. Rafael Soares aponta que patologias da tireoide classicamente acometem as unhas e os cabelos. Em paralelo, algumas doenças cardiopulmonares e renais também podem afetar a resistência de unhas e cabelos. 

O melhor tratamento? A prevenção. O dermatologista aponta que, por ser um cuidado que deve vir de dentro para fora, o segredo para unhas e cabelos saudáveis está, principalmente, na qualidade da alimentação ingerida. “Uma dieta inflamatória e pobre em nutrientes pode ser catalisadora de cabelos e unhas doentes e frágeis. Por isso, caso necessário, um bom nutrólogo ou nutricionista pode ajudar muito na construção de uma alimentação adequada e saudável”, diz. 

Outro ponto ressaltado por ele é o acompanhamento frequente não apenas com um profissional da nutrição, mas também com um dermatologista de confiança, para evitar ou investigar possíveis doenças relacionadas. “Evitar traumas também é fundamental, seja aquecendo demais os fios ou abusando de químicas, no caso dos cabelos. Para as unhas, o cuidado é mantê-las curtas, caso tenha uma ocupação que impeça evitar traumas”, alerta Dr. Rafael Soares. 

Confira os principais mitos e verdades elucidados pelo dermatologista: 

Casca de cavalo e bases fortificadoras tem efeito endurecedor e fortificante nas unhas?  

Mito. Essas bases costumam ter formol ou formaldeído, componentes que dão a impressão de endurecer as unhas, mas as desidratam. Unhas desidratadas são frágeis e quebradiças, além de ficarem esbranquiçadas. 

Tirar as cutículas faz mal às unhas? 

Verdade. As cutículas são um tipo diferenciado de pele que tem como função proteger a transição entre pele e unhas. Removê-las gera uma área de risco para entrada de microrganismos, e, por isso, aumenta risco de infecção em volta das unhas, conhecida como perionique ou perionixe. 

Existem alimentos que aumentam a saúde de unhas e cabelos e os tornam mais “fortes”? 

Parcialmente. Existem alimentos que podem ajudar nesse quesito, mas nada que seja de grande impacto. Alimentos ricos em silício, como maçã, repolho, cereais, sementes oleaginosas e peixes, podem ajudar na força e resistência dos cabelos e das unhas. Já os abundantes em aminoácidos da queratina também ajudam no mesmo propósito, e são semelhantes aos anteriores, mas somam-se os derivados de leite. 

Lavar os cabelos à noite propicia a proliferação de fungo e bactérias no couro cabeludo? 

Controverso. É fato que dormir com cabelo úmido e não higienizado aumenta a proliferação de microrganismos, porém, não há clara definição se dormir com o cabelo úmido após lavagem adequada com shampoo específico para cada pessoa também aumenta esta proliferação. 

Estresse atrapalha o crescimento dos fios? 

Atrapalha, e muito! O estresse leva ao aumento de um hormônio que chama cortisol, que quando persistentemente em altos níveis, leva ao desenvolvimento de pelos em áreas pouco desejadas como face, costas e abdômen, enquanto promove queda dos cabelos do couro cabeludo e causa fragilidade nas unhas.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.