Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Débito

Estado deixa de pagar repasses da saúde a municípios da região

Após o atraso nos repasses voltados para a área da saúde aos municípios da região, a Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) realizou um acordo com o governo do Estado para que os valores, que deveriam ter sido pagos em 2014 e 2015, fossem quitados em 24 parcelas, a partir de 2016. Entretanto, a primeira delas, prevista para ser depositada em janeiro deste ano, ainda não foi repassada. 

Em entrevista à Rádio Gazeta na manhã desta quinta-feira, 11, o presidente da Amvarp e prefeito de Passo do Sobrado, Caio Baierle, reforçou que a entidade pretende cobrar seus direitos junto ao Executivo gaúcho. “É muito preocupante. A negociação foi um acordo de ambas as partes e houve o comprometidmento do Estado. Todos os municípios contavam com essa parcela”, afirmou. 

A justificativa dada pelo governo estadual em relação à falta do pagamento recaiu sobre os salários dos servidores públicos, que foram elencados pelo Estado como prioridade. “Eles alegam que não têm recursos, que vão usar o que tem para pagar o funcionalismo. Mas e a saúde pública? E os municípios? E os atendimentos básicos? Como ficam?”, questionou Baierle. 

Na tentativa de solucionar a questão, a Amvarp pretende adiantar a reunião prevista para março a fim de debater a questão. A ideia é realizar o encontro ainda em fevereiro e reunir todos os prefeitos do Vale do Rio Pardo para tentar encontrar uma saída. “É um ponto muito crucial para os municípios. É uma pauta pesada. Se a primeira parcela não entrou, o que podemos esperar agora?”, finalizou o presidente da entidade.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.