Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Covid-19

Rio Grande do Sul é um dos Estados que mais vacinaram no País

Foto: Alencar da Rosa

O Rio Grande do Sul é o Estado brasileiro que, proporcionalmente, mais vacinou a população contra a Covid-19 até agora. Conforme levantamento desta segunda-feira, 19, no site vacinabrasil.org, 1.945.270 gaúchos receberam a primeira dose, o que equivale a 17,1% da população. A segunda dose foi recebida por 556.141 pessoas, ou 4,9% da população.

Até o momento, 3.597.691 doses foram distribuídas (sendo que 69,54% foram administradas) aos 497 municípios, que possuem uma população de 11.329.605 pessoas – 5.081.552 dos grupos prioritários, que são os trabalhadores da saúde, idosos, pessoas com deficiência institucionalizadas ou acamadas, povos indígenas, povos e comunidades tradicionais e forças de salvamento e segurança. Quando for finalizada a vacinação dos idosos, começa a de pessoas com alguma comorbidade (obesidade, hipertensão, cardiopatias, diabetes e outras).

LEIA TAMBÉM: Começa nesta segunda a vacinação para pessoas com 61 anos ou mais

Nos próximos dias, o Estado também inicia a vacinação dos bombeiros voluntários, vinculados ou não à Brigada Militar, assim como profissionais de campo da pesquisa EpiCovid, como explica a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Tani Ranieri. “Os bombeiros voluntários estão na categoria de profissionais no combate à pandemia. Eles atuam no transporte de pacientes, fiscalização dos protocolos de distanciamento controlado, organização de drive-thrus de vacinação e outras ações na rua. Eles se enquadram na resolução do Ministério da Saúde de trabalhadores da força de segurança e salvamento”, explicou.

As doses destinadas a profissionais da pesquisa EpiCovid, que investiga a prevalência de infecção por coronavírus no Rio Grande do Sul, serão aplicadas nas pessoas que visitam as casas e realizam questionários e testes diagnósticos. No total, serão 105 doses destinadas aos bombeiros voluntários vinculados à Brigada, 630 aos bombeiros voluntários não vinculados à BM, 215 doses aos profissionais de campo da EpiCovid e 20 doses para moradores de quilombos ainda não imunizados. Para a 13ª Regional de Saúde de Santa Cruz, serão 40 doses para profissionais da EpiCovid e 40 para bombeiros voluntários.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.