Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

ESPAÇO NOSTALGIA

FOTOS E VÍDEO: eletricista coleciona facas desde 1998

Foto: Rafaelly Machado

Gaúcho: Carlos Alcemar da Silva com parte de sua incrível coleção de facas, com diferentes modelos, formatos e materiais

Olá! Nossa edição do Espaço Nostalgia de hoje adota uma temática bem campeira, bem gauchesca. Fomos conhecer a coleção de Carlos Alcemar de Oliveira, um apaixonado por tradicionalismo, e que se dedicou a concretizar isso na forma de um acervo de… facas! Isso mesmo. E são muitas, de vários tipos, tamanhos e formatos. Confira abaixo sua motivação para esse tipo de colecionismo e as peças que tem como relíquias familiares.

Na seção em que contemplamos objetos que deixaram saudade, vamos recordar dos estojos escolares em madeira que eram fabricados por duas legítimas empresas santa-cruzenses.


E na seção dos brinquedos inesquecíveis, como não se emocionar com as famosas carretas Elka, lá da década de 1980, e que se firmaram no imaginário de tantos e tantos meninos? Quem nos mostra o exemplar que ainda guarda com carinho é Fábio Trarbach. Filho de caminhoneiro, isso sem dúvida para ele fala ainda mais alto entre suas lembranças da infância.

Para completar a edição de hoje, entre as ações de marcas igualmente formidáveis vamos lembrar da superpromoção de vedantes que a Pepsi lançou em 1979, dedicada a contar a vida do Super-Homem. Na época, não tinha como não cair nas graças de toda a garotada, uma geração inteira, não é mesmo?

LEIA MAIS: Santa-cruzense apresenta acervo que reúne camisas de clubes de futebol

Cada exemplar da coleção de Carlos carrega uma história especial | Foto: Rafaelly Machado

Colecionismo

O entrevistado de hoje nos recebeu à moda gaúcha, todo pilchado, de cuia na mão e de faca na cintura. O filho de seu Braz Afonso de Oliveira e de dona Jurema Silveira de Oliveira, ambos falecidos, nos apresenta sua coleção de facas. Estamos falando de Carlos Alcemar de Oliveira, casado com a Andrea e pai da Anita, que, aliás, recebeu o nome em homenagem a Anita Garibaldi.

Eletricista de profissão e tradicionalista por paixão, Carlos nos conta que tudo se iniciou em 1998, quando recebeu de presente de aniversário uma faca de churrasco da marca Garantida. Desde então, tomou gosto pelo negócio e começou a colecionar. Hoje, 22 anos depois, possui em seu acervo um número considerável destas relíquias, de vários tipos e tamanhos. Uma das peças que nos chamou atenção foi uma faca em aço damasco, toda diferenciada, pois é feita com a fusão de várias camadas de aço. Sua lâmina tem de passar por várias temperas e o aço é forjado várias vezes.

Abaixo, a primeira de todas; a outra, presente de amigo | Foto: Rafaelly Machado

Esta peça foi fabricada pela cutelaria Dávila, e faz parte de uma série especial dedicada aos heróis farroupilha. Havia nesta série a faca da Anita Garibaldi, a do Giuseppe Garibaldi e outra correspondente a Bento Gonçalves da Silva. Outro item interessante da coleção é o canivete que foi fabricado pela Eberle e distribuído para a divulgação das facas em prata. São muitas facas, e histórias para cada uma delas, nos revela Oliveira. Observamos ainda um sabre da Marinha argentina, que era utilizado para comemorações; facões e machadinhos. Inclusive um deles foi doado para ser leiloado na Campanha Ame Juju.

LEIA MAIS: FOTOS E VÍDEOS: colecionador de Lajeado guarda latas dos mais variados itens

Os estojos de madeira

Para o nosso Espaço Nostalgia, vamos saciar a saudade do tempo de escola e lembrar de quando os estojos eram de madeira (alguns lembrarão até que eram chamadas de “cachuletas”). Encontrava-se estojos de vários temas e tamanhos, alguns simples e outros duplos. E, para quem é de Santa Cruz do Sul, os ao lado são ainda mais especiais, pois foram fabricados por empresas da cidade. Uma era a fábrica de utensílios escolares São Luiz Ltda, que tinha sede na Rua Assis Brasil, e a outra a da Xavier Braunger e Cia Ltda. É mais um objeto que tantas gerações, há tão poucas décadas, usavam, e que agora fica guardado na memória.

Os vedantes da Pepsi

Foi em 1979 que a Pepsi lançou a superpromoção de vedantes. A coleção que contava ¨A VIDA DO SUPER-HOMEM¨ era distribuída em 36 vedantes, que estavam debaixo das tampinhas de PEPSI, TEEM, MIRINDA E GUARANÁ SIELVA. Depois de retirados, eram colados em um álbum distribuído pelos revendedores Pepsi. Super-Homem, seus amigos, seus inimigos, seus poderes, tudo sobre o Super-Homem estava nessa supercoleção. No QR-Code acima compartilhamos slides de fotos dos referidos vedantes, e também a música-tema do Super-Homem.

LEIA MAIS: Lembra do sabonete Eucalol e da boneca Gui-Gui?

Fábio Trarbach e a lembrança de sua legítima carreta Elka

Para o engenheiro mecânico Fábio Trarbach, formado na Ufrgs, hoje funcionário público federal, de 46 anos, é uma satisfação mostrar sua carreta Elka, esta que ganhou de presente de Natal na década de 1980. Nos conta que de todos os brinquedos que guarda da época, foi com este que mais brincou. Filho do caminhoneiro Marino Trarbach, já falecido, e da dona de casa Idene Dalla Costa Trarbach, o fato de o pai estar sempre em viagem e exercer esta profissão fez com que este fosse o brinquedo com que mais se identificasse. Chegava a improvisar um tecido sobre a carga, lembrança que tinha de seu pai colocando a lona antes de cada viagem.

LEIA MAIS: Espaço Nostalgia passa a congregar colecionadores

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.