Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Ranking do Enem

Goiás retoma o primeiro lugar entre as escolas públicas de Santa Cruz

Depois de ter sido a segunda escola pública com melhor desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Santa Cruz do Sul em 2015, a Escola Estadual de Educação Básica Estado de Goiás comemorou o primeiro lugar na prova de 2016. No ano em que celebra 115 anos de atividade, o Goiás é a primeira instituição da rede pública a aparecer na listagem de Santa Cruz, na quinta posição no município. No Rio Grande do Sul, ocupa o 325º lugar, com média de 527 na prova objetiva.

O resultado é motivo de orgulho, já que demonstra o sucesso dos alunos que estão ingressando no ensino superior. Para a vice-diretora da escola, Larissa Senna da Silva, o resultado é uma combinação de esforços entre alunos, pais e professores. Além do ensino curricular, em sala de aula, o Goiás oferece, esporadicamente, oficinas e simulados de preparação para a prova. No entanto, Larissa deixa claro que o principal objetivo é a formação completa do aluno enquanto cidadão. Segundo ela, o perfil dos concluintes do Goiás, atualmente, é de um jovem engajado com a sociedade, que entende a importância da educação para o futuro.

Em âmbito municipal, envolvendo públicas e particulares, o Colégio Mauá ficou em primeiro lugar. Seis escolas públicas melhoraram o seu desempenho e três perderam posições no ranking. 

Diferente de anos anteriores, o Ministério da Educação não divulgou os resultados do Enem 2016. A decisão do governo foi justificada por considerar que o exame é um instrumento pouco preciso para avaliar as instituições de ensino. Por isso, a Folha de São Paulo tabulou as informações. O meio de comunicação seguiu os mesmos critérios utilizados pelo Ministério da Educação em anos anteriores: excluiu escolas com menos de dez alunos do 3º ano no Enem, e calculou a média da prova objetiva levando em conta as quatros áreas compreendidas no teste, sem contar a redação. Por isso, a Escola José Mânica não teve seus resultados dispobilizados neste ano.

Confira o ranking completo de Santa Cruz do Sul

Nível municipal
Escola    2015    2016

Mauá     1     1
São Luís    2    2
Educar-se    4    3
Dom Alberto     3     4
Goiás     6     5
Ernesto Alves     5     6
Luiz Dourado     8     7
CEMA     13     8
Willy Fröhlich    12    9
Efasc    11    10
Rosário    10    11
Santa Cruz    7    12
Alfredo Kliemann    14    13

Nível estadual
Escola    2015    2016
Mauá    27    21
São Luis    36    97
Educar-se    136    129
Dom Alberto    131    170
Goiás    412    325
Ernesto Alves    353    331
Luiz Dourado    561    677
CEMA    800    691
Willy Fröhlich    743    738
Efasc    721    739
Rosário    662    795
Santa Cruz    506    877
Alfredo Kliemann    875    1083

Nível nacional
Escola    2015    2016
Mauá    657    569
São Luis    819    1.868
Educar-se    2.248    2.380
Dom Alberto    2.170    2.992
Goiás    6.049    5.533
Ernesto Alves    5.503    5.639
Luiz Dourado    7.527    8.891
CEMA    9.663    9.061
Willy Fröhlich    9.198    9.427
Efasc    8.879    9.440
Rosário    8.323    9.977
Santa Cruz    7.119    10.929
Alfredo Kliemann    10.446    14.512

Média da prova objetiva
Escola    2015    2016
Mauá    614    621
São Luis    608    583
Educar-se    571    574
Dom Alberto    573    563
Goiás    515    527
Ernesto Alves    521    525
Luiz Dourado    502    498
CEMA    489    497
Willy Fröhlich    492    495
Efasc    494    495
Rosário    497    493
Santa Cruz    506    488
Alfredo Kliemann    485    470

Faltou pouco

Por pouco, Santa Cruz não tem uma das 20 escolas com melhor desempenho no Enem no Estado.  Com as notas da prova de 2016, o Colégio Mauá subiu seis posições, em relação aos testes de 2015, e atualmente tem a 21ª melhor nota do Estado. O educandário lidera, com a média da prova objetiva em 621. Isso representa aumento de sete pontos em comparação com a nota anterior.

Na sequência, vem o São Luis, o Educar-se e o Dom Alberto. Em relação a 2015, Educar-se e Dom Alberto trocaram posições. Na média da prova objetiva, o Educar-se mostrou melhora. Já o segundo e o quarto colocados tiveram redução. O mesmo aconteceu na classificação estadual: Educar-se subiu sete posições, enquanto São Luis e Dom Alberto caíram no ranking.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.