Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Fotos íntimas

Homem comete suicídio após ameaça de criminosos

A Polícia Civil de Venâncio Aires investiga um suicídio que ocorreu na quarta-feira, 19, no interior de Mato Leitão. A vítima vinha sendo extorquida por criminosos que ameaçavam divulgar imagens íntimas dela.

Segundo o delegado Vinícius Lourenço de Assunção, o homem chegou a realizar depósitos que alcançaram o valor de R$ 8 mil. Mesmo assim, as ameaças não pararam, fazendo com que ele entrasse em desespero e cometesse suicídio. “A polícia não costuma fazer divulgação de crimes de suicídio, por entender que esta pode acabar encorajando outras pessoas a agir de maneira similar. Todavia, neste caso em específico, o indivíduo acabou vindo a cometer suicídio em razão de um crime cada vez mais comum em nosso cotidiano e o alerta à população deve ser feito.”

LEIA TAMBÉM: Suicídio pode ter relação com golpe

Ele ainda diz que não é raro homens e mulheres serem extorquidos por quadrilhas que conseguem trocar mensagens ou imagens comprometedoras, passando a exigir dinheiro delas em troca de sigilo. Às vezes, após um tempo de conversa, se passam por policiais ou familiares do interlocutor inicial – referindo que se tratam de crianças ou adolescentes. “Não adianta realizar pagamento algum. Este valor serve apenas para aguçar ainda mais a sede da quadrilha pelo dinheiro fácil. As vítimas que acabam pagando, invariavelmente, são submetidas a novos pedidos de dinheiro.”

O delegado explica que neste caso de Mato Leitão, o crime de extorsão será apurado, podendo ter havido, ainda, alguma espécie de induzimento ou instigação ao suicídio por parte dos criminosos. Na noite, o Instituto Geral de Perícias foi acionado e também compareceu no local.

LEIA TAMBÉM: Brigada Militar alerta para golpe envolvendo troca de fotos íntimas

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.