Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

CASA E COZINHA

Lar com personalidade: quadros e obras de arte podem ser boas opções

Foto: Marcelo Vianna

Quando queremos incrementar a decoração da casa, os quadros são uma ótima opção. Afinal, ocupam pouco espaço, trazem personalidade ao ambiente e podem ser usados de maneiras diversas. Eles podem decorar qualquer cômodo da casa, incluindo os menores, como corredores. Além disso, fotografias, obras de arte ou recordações de família garantem aconchego e contam a história de quem ali mora. Ao observar as diversas opções de formatos, cores, inspirações e tendências, deparamos com a dúvida sobre o que escolher, qual a melhor opção para determinado espaço. Saber combinar para que o resultado seja harmônico e atinja o objetivo na decoração, definitivamente, não é algo simples. Outra dúvida recorrente é como utilizar esses elementos: pendurar, apoiar em uma prateleira, escorar no chão? São infinitas as possibilidades.

LEIA TAMBÉM: Mini-horta: solução para cultivar em pequenos espaços

Conforme a arquiteta Renata Streit, não existe uma fórmula certa. “Existe aquilo que combina com você, dentro de um bom senso, é claro, e que também faz sentido para a funcionalidade do ambiente”, explica. Além disso, ela conta que, em seus trabalhos, gosta de reunir as fotos pessoais em espaços específicos, mais reservados. “Isso traz um sentido de galeria pessoal e valoriza ainda mais aquele espaço de boas memórias no lar.”

Uma dica da profissional é para a hora de escolher a quantidade de peças. “Se o ambiente tem linhas horizontais predominantes, talvez um único quadro possa compor a parede.” Mas é importante atentar-se às tonalidades, isso porque, segundo Renata, peças únicas tendem a pesar no ambiente se tiverem cores fortes e gráficos chamativos. E é importante equilibrar com o restante da decoração.

LEIA TAMBÉM: Aromatizadores: além de perfumar, promovem saúde

Foto: Marcelo Vianna

Existem duas combinações cromáticas básicas que podem ser utilizadas. São elas as cores análogas, com semelhança de tons, e as complementares, que ocupam lugar oposto no círculo cromático – por exemplo, azul e laranja. Conforme a arquiteta, todas as combinações são utilizáveis se empregadas com estilo.

LEIA TAMBÉM: Como organizar e aproveitar espaços pequenos

Na hora de escolher como o quadro vai ficar disposto no ambiente, é preciso considerar o espaço, o mobiliário e a altura do pé-direito. “Por exemplo, atrás da parede do sofá, busque centralizar entre o sofá e o forro, para criar uma proporção visual equilibrada”, explica Renata. Disposição em prateleiras ou escorados no chão também são boas opções, mas devem harmonizar com o restante da decoração.

Obras de arte

Os amantes de obras de arte sabem o quão difícil, muitas vezes, é inserir as peças na decoração da casa. Isso porque, geralmente, são adquiridas sem o intuito de combinar com o que já se tem, e antes por gosto pessoal e/ou investimento. “O ideal é separar um espaço específico para a obra. Se a peça for muito excêntrica, é interessante colocá-la em um ambiente mais neutro; se for algo mais minimalista, dá para inserir na decoração”, explica Renata Streit.

LEIA TAMBÉM: Caderno Elas: soberanas da 37ª Oktoberfest e a realização de um sonho

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.