Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

GAUCHÃO A2

Avenida fica no empate no jogo de ida do mata-mata com o VEC

Foto: Divulgação

Momento em que a bola bate no braço do volante Elias, do VEC. Juiz não deu pênalti. | Foto: Vinícius Molz Schubert

O Avenida ficou no zero a zero com o Veranópolis após em um jogo com muita confusão no Estádio dos Eucaliptos na tarde deste domingo, 24, pelo primeiro jogo do mata-mata da Série A2 do Gauchão. O jogo de volta é no próximo sábado, 30, 16 horas, e o Periquito vai buscar fora de casa a vaga na semifinal da competição.

PRIMEIRO TEMPO

Com dificuldades no ataque nos últimos jogos, o Avenida foi bem na partida e apareceu mais no campo ofensivo, mas seguia pecando nas finalizações. Vinícius quase marcou de cabeça aos 11, mas a defesa do Veranópolis cortou quase sobre a linha após cruzamento de falta da esquerda.

Dandan finalizou perto do gol aos 29 após entrar na área pela esquerda. Henrique Ávila cruzou na área aos 37, e Moisés Baiano não conseguiu cabecear para o gol, e a bola saiu fraca, para a defesa do goleiro Anderson. Aos 41, o Periquito chutou de fora da área com Dandan, e o goleiro Anderson defendeu no meio do gol. O Avenida melhorava sua produção ofensiva em relação aos últimos jogos, mas o ataque seguia sem sucesso nas finalizações.

O Veranópolis também criou boas chances. O zagueiro Luis Henrique salvou o gol do VEC aos 13 minutos, após jogada pela esquerda e chute de Tom na área, em bola que ia vencendo o goleiro Rodrigo. O atacante Jean Carlos apareceu sozinho na área após falta pela direita aos 35, mas ele não alcançou a bola, que saiu pela linha de fundo, e o primeiro tempo terminou sem gols e marcado mais pelas confusões no gramado do que pelo futebol apresentado.

SEGUNDO TEMPO

O Avenida marcou seu gol aos oito minutos da segunda etapa, mas o lance foi anulado. Alexandre cruzou e Laion completou pro gol, mas a arbitragem marcou impedimento. Foi o primeiro lance polêmico, que gerou muita reclamação ao final do jogo, mas a partida ainda reservava mais emoções.

A partida foi paralisada várias vezes em virtude de discussões em campo. Aos 13 minutos, o técnico do Avenida, Márcio Nunes, e o auxiliar técnico do Veranópolis, Luciano Borges, foram expulsos de campo após uma confusão entre os jogadores no gramado. Como prevê o regulamento, o treinador do Veranópolis, Cristian de Souza, também teve que deixar a casamata em virtude da expulsão do integrante da comissão técnica.

O jogo seguiu tenso, o Veranópolis chegou com força aos 28 minutos. Após rebatida da defesa do Avenida em cruzamento, Tom chutou na área e foi travado pela defesa. O atacante Jean Carlos, do Veranópolis, foi expulso aos 38 minutos após atingir o zagueiro Luis Henrique com o cotovelo. Ele já tinha cartão amarelo e o time visitante ficou com um jogador à menos.

A arbitragem já assinalava dez minutos de acréscimos em virtude das paralisações, quando, aos 49, o Avenida finalizou na área com Anderson Feijão, de cabeça. O zagueiro do Veranópolis saltou para marcar com o braço aberto, e a bola pegou em seu braço, desviando a trajetória. O Avenida reclamou de pênalti, mas a arbitragem marcou escanteio. Após ser alertado da penalidade pelo quarto árbitro, o juiz Jonathan Pinheiro apontou pênalti para o Avenida. O Veranópolis pressionou a arbitragem e o jogo ficou mais de 20 minutos parado. A Brigada Militar teve de cercar o trio de arbitragem no centro do gramado para evitar a pressão dos atletas.

O time do Avenida chegou a comemorar a marcação do pênalti, mas após muita reclamação, o árbitro mandou o jogo seguir no escanteio. E Tito quase fez o gol do Avenida na cobrança no primeiro poste, onde o goleiro fez grande defesa após o chute do atacante, no último lance de perigo.

Em um jogo que teve destaque pelas confusões, o primeiro jogo do mata-mata entre Avenida e Veranópolis terminou sem gols, e a decisão ficou para o sábado, 30, no Antônio David Farina, onde quem vencer leva a vaga na semifinal. Um novo empate por qualquer placar leva a decisão para os pênaltis.

FICHA TÉCNICA
GAUCHÃO A2 – SEGUNDA FASE
AVENIDA 0X0 VERANÓPOLIS

Local: Estádio dos Eucaliptos – Santa Cruz do Sul-RS
Data e horário: 24/10, 15h00
Arbitragem: Jonathan Pinheiro, auxiliado por Fabricio Baseggio e Fabulo Diniz
Quarto árbitro: Sérgio Eduardo Moraes
Cartões amarelos: Vinicius e Vandré (Avenida); Dalpian, Elias e Nícolas (Veranópolis)
Cartões vermelhos: Márcio Nunes (Avenida); Luciano Borges e Jean Carlos (Veranópolis)

AVENIDA
Rodrigo; Lucas Lopes, Luis Henrique, Marcão e Henrique Ávila; Toto, Moises Baiano (Juliano), Alexandre (Tito), Dandan (Roger), Laion e Vinicius (Anderson Feijão)
Técnico: Márcio Nunes

VERANÓPOLIS
Anderson; Duda, Cleiton, Douglas e Dalpian (Dionatan); Vacaria (Luis Felipe), Elias, Tom (Sapeca), Wallacer (Souza); Nícolas (Matheus) e Jean
Técnico: Cristian de Souza

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.