Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

COPA SUL-AMERICANA

Com dois gols de Edenílson, Inter vence o Independiente Medellín

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O Internacional assumiu a liderança do Grupo E da Copa Sul-Americana na noite chuvosa desta terça-feira, 17, que levou apenas pouco mais de quatro mil colorados ao Estádio Beira-Rio, que assistiram a vitória do Inter por 2 a 0 sobre o Independiente Medellín, da Colômbia.

Com dois gols de Edenílson, um no primeiro, e outro no segundo tempo, o Colorado abriu três pontos de vantagem sobre o segundo colocado da chave, o Guaireña, do Paraguai, que joga ainda nesta noite contra o 9 de Octubre, no Equador. Para voltar à liderança, o time paraguaio precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença. Mesmo que perca a primeira posição, o Inter fecha a primeira fase em casa contra o 9 de Octubre na semana que vem, enquanto o Guaireña joga fora de casa novamente na última rodada, contra o Independiente de Medellín. Apenas o líder da chave se classifica para a segunda fase.

PRIMEIRO TEMPO

O Inter ocupou o campo ofensivo na primeira etapa, a equipe do Independiente Medellín buscou se defender e tentar jogadas de contra-ataque.

Com espaço no ataque, o Inter foi criando chances. Edenílson perdeu a primeira aos oito minutos, após uma jogada em velocidade e passe de Maurício na área, mas o chute do volante Colorado ficou no goleiro.

Wanderson mostrou-se bastante participativo no ataque. O jogador chutou com perigo aos 12 minutos, após receber na direita, puxar a bola para o meio e bater de canhota, mas a bola saiu desviada, à esquerda do gol. Aos 16, Wanderson roubou a bola no campo de ataque do Inter, avançou pela esquerda e chutou para a defesa do goleiro Mosquera.

O Inter abriu o placar aos 18 minutos. David recebeu de Wanderson na esquerda e foi em direção ao gol, tentando driblar o goleiro, que toca na bola. Mas o atacante do Inter pega o rebote e cruza na segundo poste, onde chegava Edenílson, que se atirou na bola na pequena área para tocar com o pé e fazer o primeiro gol da noite.

Logo depois de marcar, o Inter teve a melhor chance de ampliar. Edenílson chegou na área pela direita e cruzou rasteiro, David e Maurício tentaram chegar na bola, mas o goleiro se atirou na bola para defender.

O Inter tirou o pé do acelerador após o gol, e saiu com mais calma. O Independiente aproveitou para sair de seu campo de defesa e chutou a primeira vez contra o gol de Daniel aos 28 minutos, com Hernández arriscando de fora da área e ganhando escanteio.

Em um contragolpe do Inter aos 34, o lateral Bustos recebeu de Wanderson na área e chutou com força contra o gol. A bola desviou na defesa e saiu à direita do gol.

O time visitante teve mais uma chegada na primeira etapa, aos 37. Em contra-ataque após escanteio do Inter, Vladimir Hernández chutou de fora da área e a bola saiu após desviar na defesa do Inter.

Na última chance do primeiro tempo, De Pena recebeu de Bustos na frente da grande área mas carimbou a defesa ao chutar pro gol.

SEGUNDO TEMPO

O cenário do primeiro tempo se repetiu no segundo. A equipe visitante voltou um pouco mais ofensiva, colocando o atacante Pardo no lugar do lateral esquerdo Yulián Gómez, mas o time colombiano pouco fez para ameaçar o gol colorado.

O Inter ampliou o placar aos 11 minutos, mais uma vez com Edenílson. A jogada começou com Wanderson, que foi travado na frente da área. Renê tentou alcançar mas a defesa também cortou, e a bola ficou para Edenílson na meia-lua da grande área. Ele ajeitou e bateu de canhota para fazer um golaço, no alto do gol, no cantinho.

O Independiente arriscava: aos 13, Pons foi lançado com um belo passe na grande área, mas Daniel saiu do gol para defender o chute.

Wanderson seguia como destaque do Inter no ataque. Aos 17, ele deu uma bela assistência para David, que não conseguiu finalizar na cara do goleiro, pelo lado esquerdo da área. Bustos ainda pegou o rebote quase na linha de fundo, mas chutou na rede, pelo lado de fora.

Com a vitória sob controle, Mano Menezes aproveitou para dar rodagem aos laterais reservas, e poupar Bustos e Renê, que deram lugar para Heitor e Moisés, respectivamente. Antes, Alemão e Liziero haviam entrado no lugar de David e De Pena. O jovem Estevão também foi para o jogo na reta final, aos 35, no lugar de Maurício.

A vitória deu ao Inter a liderança no Grupo E, e na última rodada da fase de classificação, o Colorado recebe o 9 de Octubre no Beira-Rio, dia 24 de maio, próxima terça-feira, 21h30.

O Independiente de Medellín deu adeus às chances de classificação para a próxima fase, pois fica com quatro pontos, na lanterna do grupo.

FICHA TÉCNICA
COPA SUL-AMERICANA 5ª RODADA GRUPO E
INTERNACIONAL 2X0 INDEPENDIENTE MEDELLÍN-COL

Local: Gigante da Beira-Rio, Porto Alegre-RS
Data e hora: 17/05, 19h15
Arbitragem: Facundo Tello (ARG), auxiliado por Ezequiel Brailovsky (ARG) e Facundo Rodríguez (ARG)
Cartão amarelo: Edenílson (Inter) Juan Arboleda (Ind. Medellín)
Gol: Edenílson, aos 18min/1ºT e aos 11min/2ºT (Inter)

INTER
Daniel; Bustos (Heitor), Bruno Méndez, Gabriel Mercado e Renê (Moisés); Rodrigo Dourado, Edenílson, Carlos de Pena (Liziero); Wanderson, Mauricio (Estevão) e David (Alemão) .
Técnico: Mano Menezes

INDEPENDIENTE MEDELLÍN
 Andrés Mosquera; Juan Arboleda, Victor Moreno, Andrés Cadavid e Yulián Gómez (Pardo); Adrián Arregui, Juan Carlos Díaz (Castrillón), Juan David Mosquera, Vladimir Hernández (Ricaurte) e Jean Pineda (Juan Cuesta); Luciano Pons (Cambindo).
Técnico: Julio Comesaña

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.