Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

BRASILEIRÃO

Inter empata com o Santos e Libertadores fica distante

O Internacional voltou a desapontar sua torcida no Beira-Rio na noite deste domingo, 28, ao ficar no empate com o Santos em 1 a 1, em jogo válido pela 36ª rodada.

O Inter abriu o placar na última jogada do primeiro tempo, em um gol contra do zagueiro Luiz Henrique. No primeiro minuto do segundo tempo, Marcos Leonardo empatou para o Santos. Com o placar, o time Colorado se complica para buscar a vaga na Pré-Libertadores do ano que vem, ficando com 48 pontos, na 9º posição.

Agora o Internacional não depende mais apenas de si para se classificar para o torneio Continental no ano que vem. O time tem mais dois jogos para realizar na competição e tentar chegar na oitava posição, e entrar na zona de Pré-Libertadores. O próximo confronto é segunda-feira, dia 6, contra o Atlético Goianiense, no Beira-Rio, a partir das 20 horas. Na última rodada, o Inter pega o Bragantino, fora de casa, na quinta-feira, dia 9, 21h30.

PRIMEIRO TEMPO

O Inter começou atacando, mas com o passar do tempo, o Santos foi entrando no jogo e equilibrou a partida. A equipe da casa abriu o placar no final da primeira etapa, após muita insistência, e vários gols perdidos. Já o Santos atacou pouco na primeira etapa, e não levou perigo ao gol do goleiro Marcelo Lomba, do Internacional.

Palácios arriscou pro Inter logo no primeiro minuto. Na frente de cinco marcadores, o atacante chutou no canto, mas a finalização foi fraca e o goleiro João Paulo salvou. Aos sete, Yuri Alberto recebeu de Patrick na área, pela direita e chutou cruzado com perigo, pra fora.

O goleiro do Santos espalmou um belo chute de Patrick, aos 11 minutos. Ele recebeu de Taison na área após corta-luz de Edenílson. O chute foi no alto, mas no meio do gol, e Joao Paulo tocou para escanteio.

O jogo perdeu em velocidade. O Santos equilibrou as jogadas, e arriscou dois chutes de fora em duas tentativas de volantes, aos 21 com Felipe Jonatan, e aos 26, com Zanocelo, os dois chutes sem perigo.

Aos 28, o Inter armou boa jogada pelo meio, com Taison e Yuri Alberto. A bola foi lançada para Palacios na área, mas ele não conseguiu dominar e a bola sobrou para o lateral Moisés, que chutou pra fora.

No final da primeira etapa, o Internacional chegou ao seu gol com um lance contra de Luiz Felipe. Taison chutou com perigo, o goleiro rebateu, e Patrick chutou na área pela direita no rebote. A bola desviou no zagueiro do Santos e foi para o fundo do gol.

SEGUNDO TEMPO

O Internacional demorou a voltar para a partida na segunda etapa. Desconcentrado, o time gaúcho começou jogando mal e tomou o gol de empate no primeiro minuto da segunda etapa.

A defesa do Inter falhou em afastar um escanteio da esquerda, e a bola sobrou para Marcos Leonardo , que chutou na pequena área, livre, pro fundo do gol.

Por sorte do Inter, o segundo gol do Santos não veio na sequência. Logo na retomada do jogo, Marcos Leonardo recebeu uma bola às costas da zaga do Inter, e venceu Lomba em chute da entrada da área, mas a arbitragem anulou o gol, marcando impedimento. O Santos ficava perto da virada, e o Inter trocou, mas não como a torcida queria. Vaias se ouviram no Beira-Rio após o anúncio da saída de Saravia e Palacios, para a entrada de Heitor e Gabriel Mercado.

Maurício acertou a trave do Santos aos 18 minutos, em chute de fora da área. A finalização carimbou o poste direito, e ainda cruzou a área às costas do goleiro antes de sair. Aos 26, o goleiro do Santos salvou o gol em duas vezes. Maurício chutou da entrada da área de frente pro gol, e o goleiro espalmou. Na sobra, Edenílson pegou a bola na esquerda e chutou rasteiro, e João Paulo salvou mais uma vez.

O Santos teve nova chance de gol aos 35 minutos. Após cruzamento da esquerda na área, Marcos Leonardo ganhou da defesa e conseguiu tocar na bola, que foi por cima do gol.

Na reta final, o Inter não conseguiu produzir chances de gol que chegassem a ameaçar o gol adversário, e ao final do jogo, as vaias soaram fortes no Beira-Rio.

Com o resultado, o Internacional permanece em nono na tabela, com 48 pontos, e se complicou na briga pela classificação à próxima Libertadores. Para buscar uma vaga na Pré-Libertadores, o Inter precisa alcançar a oitava posição nas duas rodadas que faltam.

O Ceará é o oitavo colocado, com 49 pontos, um a mais que o Colorado, e um jogo a menos que o time gaúcho, e é o adversário a ser batido pelo Inter na tabela. O Colorado depende que o time cearense perca pontos na próximas três partidas, além de vencer seus dois compromissos que tem.

O Ceará joga contra o Flamengo, na terça-feira, 30, 20 horas. Na penúltima rodada o Ceará pega o América Mineiro, domingo, dia 5, e fecha o campeonato contra o Palmeiras, em São Paulo, quinta-feira, dia 9, 21h30. Já o Inter, tem o Atlético Goianiense na segunda-feira, dia 6, 20 horas, e na última rodada, dia 9, joga fora de casa, contra o Bragantino, 21h30.


CAMPEONATO BRASILEIRO – 36ª RODADA
INTERNACIONAL 1X1 SANTOS

Local: Gigante da Beira-Rio, Porto ALegre-RS
Data e Hora: 28/11, 19H
Arbitragem: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC), auxiliado por Éder Alexandre e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Cartão amarelo: Johnny (Inter). Sandry (Santos);
Gol: Luiz Felipe (contra), aos 45min/1ºT (Inter); Marcos Leonardo a 1min/2ºT (Santos)

INTER
 Marcelo Lomba; Saravia (Mercado), Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Johnny (Zé Gabriel), Edenilson, Taison e Patrick (Maurício); Yuri Alberto e Palacios (Heitor) .
Técnico: Diego Aguirre

SANTOS
João Paulo, Kaiky, Luiz Felipe e Danilo Boza; Madson, Vinicius Zanocelo (Sandry), Felipe Jonatan (Camacho), Gabriel Pirani (Sánchez) e Lucas Braga; Marcos Leonardo (Raniel) e Ângelo (Lacava).
Técnico: Fábio Carille

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.