Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

SEGUNDA DIVISÃO

Tchau, Segundona! Galo vai jogar a Divisão de Acesso em 2022

Foto: Vinícius Molz Schubert/FC Santa Cruz

O Galo vai cantar mais alto em 2022. Após três anos na terceira divisão do Estado, o Futebol Clube Santa Cruz está de volta à Divisão de Acesso.

O acesso veio neste sábado, 26, com o empate em 1 a 1 contra o São Borja, debaixo de muita chuva no Estádio dos Plátanos em Santa Cruz do Sul. Sob o comando do técnico William Campos, o Galo agora está na final da Segunda Divisão. O confronto para ver quem será o campeão será contra o Gaúcho, de Passo Fundo, que neste sábado eliminou o Rio Grande.

PRIMEIRO TEMPO

Com o gramado encharcado, a partida virou uma batalha física, com muitos balões a partir do meio de campo em direção às áreas de ataque. E o São Borja esteve mais presente na frente na primeira etapa.Precisando da vitória, após perder o jogo de ida por 1 a 0, os visitantes atacavam mais, principalmente pelos lados.

Sem poder rolar a bola, qualquer falta era chance para cruzar pra área, mas o goleiro do Galo, Diego Duarte, esteve firme e interceptou as tentativas do São Borja. O Santa Cruz pouco apareceu no ataque na primeira etapa. Nena, Laion e Fogaça não tiveram chances na área. Com o jogo brigado, os três receberam cartão amarelo ainda na primeira etapa. Quando o time da casa chegou mais perto do gol, a arbitragem anulou o lance onde o lateral Ramon, autor do gol em São Borja no jogo de ida, aproveitou um rebote do goleiro Samuel e colocou a bola no fundo

das redes aos 35 minutos. Mas o juiz Eleno Todeschini viu falta do atacante Nena, que disputou a bola no alto com o goleiro do São Borja, antes da bola sobrar para Ramon, e o gol foi invalidado.

SEGUNDO TEMPO

A chuva, que praticamente não parou durante o primeiro tempo, ficou ainda mais forte na segunda etapa.As equipes voltaram sem modificações, e o Galo começou a parte final do jogo com melhor posse de bola.

Com a dificuldade da bola rolar, o gol não poderia sair de outra forma do que à partir de uma bola alta, que foi alçada pra área. O goleiro Samuel, do São Borja, saiu mal do gol aos 10 minutos e espalmou o cruzamento para a entrada da área. A bola foi direto no atacante Laion, que tocou de primeira pro fundo do gol.

Com o jogo de ida, o Galo chegava a dois gols de vantagem, mas a equipe do São Borja não se entregou na partida. Aos 15 minutos, após bola levantada pra área, Maxwel centralizou pelo lado direito, a bola apareceu no meio da área para Matheus, que chutou pro gol para deixar tudo igual nos Plátanos.

A equipe visitante passou a pressionar pela virada. O goleiro do Santa Cruz, Diego Duarte, operou um milagre aos 27 minutos. Após confusão na área, Thiaguinho chutou uma bola à queima-roupa na área, e o goleiro do Santa Cruz se atirou para evitar a virada.

O São Borja levantava bolas na área do Santa Cruz a todo instante, levando perigo constante à defesa alvinegra.

A partida nos Plátanos teve contornos de drama. O Galo aguentou a pressão até o final, e após três anos amargando a Segundona, o empate em 1 a 1, com uma campanha invicta, o Santa Cruz está na final da Segunda Divisão, e garantiu seu lugar na Divisão de Acesso no próximo ano.

O adversário do Santa Cruz na final é o Gaúcho, de Passo Fundo, que eliminou o Rio Grande com duas vitórias: 3 a 1 no dia 26, fora de casa, e 2 a 0 neste sábado, 26.

As finais ocorrem nos dias 30, quarta-feira, em Passo Fundo, e no dia 4 de julho, domingo, em Santa Cruz, no Estadio dos Plátanos, ambos às 15 horas, com acompanhamento do Portal Gaz e da Rádio Gazeta.

FICHA TÉCNICA – CAMPEONATO GAÚCHO SÉRIE B
SEMIFINAL – JOGO DE VOLTA
SANTA CRUZ 1×1 SÃO BORJA

Local: Estádio dos Plátanos, em Santa Cruz do Sul
Data: 26/06/2021, sábado
Horário: 11 horas
Árbitro: Eleno González Todeschini
Assistentes: Artur Avelino Birk Preissler e Henrique Soares Coromberk
Cartões amarelos: Juliano Fogaça, Nena, Laion, Ben-Hur (Santa Cruz); Victor, Douglas, Galo (São Borja)
Cartão vermelho:
Gol:
Laion, aos 10 min/2ºT (Santa Cruz); Matheus, aos 15min/2ºT (São Borja)

SANTA CRUZ: Diego Duarte; Ramon, Luis Henrique, Diego Rocha e Otávio; Ben-Hur, David (Kévlin) e Chiquinho (Pepeto); Laion, Juliano Fogaça (Leylon) e Nena
Técnico: Wiliam Campos

SÃO BORJA: Samuel; William, Galo, Douglas e Wellington (Diego); Moisés Baiano (Douglas), Victor (Gean), Matheus Freitas e Diego Torres; Maxwell e Matheus Guerreiro (Thiaguinho)
Técnico: Zeca Ferreira

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.