Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

CRIME CRUEL

Mulher que matou grávida é condenada a 56 anos de prisão em Santa Catarina

Durante 15 horas, o município de Tijucas, em Santa Catarina, acompanhou o julgamento de Rozalba Maria Grimes, acusada de matar a professora Flavia Godinho, para roubar-lhe o filho que ainda estava sendo gestado, em uma gravidez de 36 semanas. O Conselho de Sentença do Tribunal atendeu integralmente a denúncia do Ministério Público e condenou a mulher por homicídio com cinco qualificadoras contra a mãe e tentativa de homicídio contra o bebê.

As qualificadoras foram motivo torpe; dissimulação; uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e meio cruel, para possibilitar outro crime (subtração de incapaz); e feminicídio, pois a morte foi diretamente relacionada à condição de mulher. Em relação à tentativa de homicídio contra o bebê, Rozalba assumiu a possibilidade de matá-lo, já que não tinha qualificação para fazer a cirurgia e acabou ferindo a criança gravemente.

LEIA MAIS: Mulher mata amiga grávida e rouba bebê

A pena total, determinada pelo juiz José Adilson Bittencourt Júnior, ficou em 56 anos e 10 meses de reclusão em regime fechado. A ré poderá recorrer da sentença, mas não em liberdade. Ela já cumpria prisão preventiva pelos crimes.

Relembre o caso

O crime aconteceu em 27 de agosto de 2020, quando Rozalba preparou uma emboscada para Flávia. A intenção da assassina era tomar o filho da professora para si. O crime foi pensado por meses, de modo que Rozalba se aproximou da vítima e conquistou confiança. Ela chegou a mentir que também estava grávida.

Foi assim que a acusada conseguiu atrair Flavia para um chá de bebê surpresa, que estaria sendo organizado por ela e outras amigas. A grávida foi, então, vendada e atacada com vários golpes na cabeça. Com a vítima inconsciente, Rozalba usou um estilete para tirar o bebê do útero dela. A morte de Flávia se deu por hemorragia causada pelo parto realizado em condições precárias e de forma brutal. O corpo foi escondido no forno de uma cerâmica, o que fez com que fosse encontrado somente no dia seguinte.

LEIA MAIS: Grávida que foi morta e teve bebê roubado desconfiava da aproximação de suspeita

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.