Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

FUTURISMO & INOVAÇÃO

O futuro na prática

Muitas são as expectativas sobre o que vem por aí. O futuro estava na gaveta do destino ou do acaso por anos. Em 2020, o universo nos colocou limites. Até então, vivemos como se fôssemos os donos do mundo e habitantes supremos de um planeta que pulsa sob a batuta de um maestro universal. Adoro ampliar a visão, ativar a imaginação e pensar em hipóteses absurdas, como a de que uma inteligência maior guia nossa estupidez de forma organizada, precisa e perfeita. Nada seríamos se dependêssemos apenas do nosso tolo pensamento humano.

O mundo está onde precisa estar e temos lições importantes e profundas a aprender que exigem mudanças imediatas. A diversidade, a inclusão, a tolerância, a compaixão, a consciência e a colaboração de todos para com todos estão nessa lista. O compromisso com o meio ambiente e o não dano ao planeta está no primeiro lugar da fila.

No meio do caos atual, sinais práticos de possíveis futuros se manifestam por todos os lados. Mais e mais pessoas vêm assumindo suas identidades autênticas, sem medo de preconceito ou julgamento. As minorias vêm ganhando espaços relevantes, voz preferencial e respeito permanente. As conversas estão mais interessantes, e incluem o sentido da vida, a ética, modos de vida dignos, liberdade de ir e vir, de morar onde e como quiser, de trabalhar de qualquer lugar e de receber o futuro de braços abertos. Nós daremos o tom das próximas décadas. Se no passado Tesla tivesse colocado suas ideias em prática, talvez não vivêssemos hoje o colapso climático atual, já que combustíveis fósseis e meios de transporte modernos são nocivos ao extremo.

O veganismo vem conquistando espaço e o futuro certamente é vegano. Mais e mais locais vendem produtos e refeições à base de plantas, sem açúcar, sem lactose, sem glúten e orgânicos. As tribos selvagens já sabiam que a natureza nos fornece o melhor alimento, e que a proteína animal pode ser nociva ao ser humano. Alimentos modificados e industrializados nos levaram a um cenário recorde de doenças graves e já estamos no caminho de volta. Chega de extrato de tomate sem tomate, de frutas brilhosas e perfeitas, de facilidades no supermercado. Viver bem exige tempo, amor e dedicação. Óleos essenciais, ervas, sementes, tubérculos, grãos, vegetais e legumes compõem o cardápio perfeito, só não sabe disso ainda quem não estudou o assunto.

A lição de casa atual é equilibrar o espírito, a mente, as emoções e o mundo físico, e viver bem com menos coisas, cultivando a empatia e o bom senso para o bem comum. Construir o futuro na prática é imaginar o longo prazo e voltar para o presente com um guia claro na mão que servirá para apoiar as escolhas do presente. Um futuro bem-sucedido é a soma de vários presentes bem elaborados.

LEIA MAIS COLUNAS DE JAQUELINE WEIGEL

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.