Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

RECOMEÇAR

Pandemia reduz número de internações em comunidade terapêutica

Foto: Bruno Pedry

A Comunidade Terapêutica Recomeçar está funcionando regularmente em Santa Cruz do Sul. Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, o local segue o programa terapêutico, oferecendo tratamento para dependentes do álcool e dependentes químicos, atendendo às recomendações da Vigilância Sanitária.

De acordo com o psicólogo Antonio João Weber, nos últimos meses o número de residentes está reduzido, por conta do isolamento social. “Baixou o número de internações, tanto os particulares como os que vêm através do Caps/AD, mediante convênio firmado com a Prefeitura. Caso haja uma suspeita de Covid-19, já temos um espaço reservado para isolamento, mas não houve a necessidade”, conta.


LEIA TAMBÉM: Vacina contra a Covid-19 pode chegar entre dezembro e janeiro

No momento, 14 pessoas estão internadas no Recomeçar, que conta com uma equipe de 11 funcionários. Localizada na Rua Simão Gramlich, 955, no Bairro Aliança, a comunidade atende homens e mulheres adultos e tem capacidade máxima para 60 pessoas. Conforme o psicólogo, muitas pessoas entram em contato acreditando que o local está fechado, mas está funcionando. Ele também não descarta que o consumo de bebidas alcoólicas tenha aumentando neste tempo de pandemia, o que é um sinal de alerta.

O local mantém-se com o pagamento feito mensalmente pela Prefeitura por conta do convênio, mas apenas metade das vagas está preenchida. Outros valores são obtidos através das internações particulares e por doações. Os donativos de alimentos também estão reduzidos nos últimos meses.

Como ajudar

Os santa-cruzenses podem colaborar com a Recomeçar doando alimentos ou dinheiro. “As pessoas podem se dirigir diretamente à Comunidade, ou entrar em contato telefônico e alguém irá buscar a doação”, explica. Os telefones para contato são o (51) 3719 5044 ou (51) 9 9701 7397. Depósitos bancários podem ser feitos pela conta do Sicredi, agência 0156, conta 01243-2.

LEIA TAMBÉM: Santa Cruz pode bater recorde na destinação a projetos sociais

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.