Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Estelionato

Polícia prende mulheres por golpe do falso depósito em Santa Cruz

Foto: Divulgação Polícia Civl

Objetos foram apreendidos na casa de uma jovem

Duas mulheres foram presas pela Polícia Civil na tarde dessa quarta-feira, 18, em Santa Cruz do Sul. Uma delas teve a prisão preventiva decretada depois que os agentes da 2ª Delegacia de Polícia conseguiram ligar o nome dela a um golpe que fez pelo menos 10 vítimas desde setembro – oito em Santa Cruz e outras duas em Taquari e Cruzeiro do Sul.

Conforme o delegado Alessander Zucuni Garcia, a suspeita, que é natural de Alegrete e tem 45 anos, selecionava produtos à venda nas redes sociais e passava a negociar com o vendedor. Ela então encaminhava uma captura de tela do celular mostrando uma transferência bancária com o valor do produto, e depois mandava um caminhão de frete ou um motorista de aplicativo retirar o produto. Após a entrega, no entanto, o vendedor acabava descobrindo que o valor não havia sido transferido.

“Era um print (captura de tela) falso. Foram ao menos 10 casos e a gente acredita que tiveram muitos outros que ainda não foram registrados”, comentou o delegado. De acordo com ele, a suspeita foi presa no Bairro Senai, chegando na casa de uma jovem de 21 anos. Na casa dessa jovem, que é natural de Santa Cruz, os agentes cumpriram um mandado de busca e apreensão, e encontraram parte dos objetos adquiridos através da fraude. “Por conta disso ela foi presa em flagrante pelo crime de receptação”, detalhou.

O delegado não detalhou de que forma as suspeitas foram identificadas pela polícia. De acordo com ele, a hipótese é de que mais pessoas estejam envolvidas no esquema. “Há fortes indícios disso, até porque a gente não localizou a maioria dos objetos”, comentou. Conforme Garcia, nessa quarta-feira foram apreendidos uma geladeira, uma máquina de lavar-roupas, um fogão cooktop e uma televisão, que serão restituídos aos proprietários.

Durante as investigações, rapaz foi preso por tráfico
Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão relacionados ao estelionato, os agentes da 2ª DP também prenderam um rapaz de 18 anos por tráfico de drogas. Ele estava em um endereço no Bairro Pedreira e tentou fugir pelos fundos de uma residência que foi abordada pela polícia. No local foram apreendidas 211 pedras de crack, 54 porções fracionadas de maconha e um tijolo de 7 gramas da droga; e 58 porções de cocaína.

Drogas foram encontradas na casa do rapaz

Fica o alerta
Diante da quantidade de vítimas do novo golpe, o delegado Alessander Zucuni Garcia faz um alerta a população. “É preciso ter bastante cuidado nessas negociações e efetivamente faz a entrega do produto somente após confirmar a entrada na conta”, frisou. De acordo com ele, no entanto, o golpe também pode acontecer no sentido oposto: quando o pagamento é feito, mas o produto não é entregue. “Deve se tentar sempre de alguma forma confirmar com quem se está negociando e fazer de forma simultânea a entrega do bem e o valor. Se for em outra cidade, também vale pedir para algum conhecido confirmar se o bem e o negociador de fato existem”, explicou.

Além do cuidado nas negociações, o delegado reforça que as pessoas que eventualmente tenham sido vítimas dos estelionatários devem procurar a Polícia Civil. Através das denúncias os agentes podem investigar o caso e recuperar os bens perdidos, além de reforçar as investigações em curso e evitar que os golpistas façam novas vítimas

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.