Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

ALERTA

Quantidade de vacinas atrasadas preocupa no RS

Foto: Venilton Küchler/Fotos Públicas

Sendo a vacinação a melhor arma disponível para conter a doença, o número de gaúchos com doses em atraso continua preocupando. Até essa sexta-feira, 842 mil pessoas estavam com a segunda dose atrasada e outras 721 mil já poderiam ter recebido o reforço. “Com essa nova variante em circulação, é ainda mais necessário que a proteção seja efetiva, especialmente com uma alta cobertura vacinal”, alertou a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann.

LEIA MAIS: Primeira paciente com variante Ômicron no Estado é moradora de Santa Cruz

Desde o início da pandemia o Cevs faz a vigilância genômica do coronavírus, com o objetivo de identificar quais cepas estão circulando no Rio Grande do Sul e qual delas predomina. A partir de setembro a variante Delta ganhou espaço ante a Gama e, em outubro, já era responsável por quase todos os casos. Agora, com a confirmação da Ômicron no Estado, os trabalhos foram intensificados. Se algum teste indicar a nova variante, a amostra será encaminhada à Fiocruz para confirmação.

Conforme Richard Salvato, especialista do Cevs, o sequenciamento genético é capaz de determinar qual a linhagem do vírus. Normalmente, ele requer dias ou até semanas para ser realizado. No entanto, desde o dia 29, o laboratório tem trabalhado ininterruptamente e adotou um método mais rápido para detectar se realmente se trata da variante Ômicron. “Além disso, neste momento dispomos de todos os reagentes necessários para fazer o exame completo, o que nem sempre temos disponível.”

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.