Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Rio Grande do Sul

Retomada no pós-pandemia foi prioridade da gestão da Assembleia Legislativa

Gabriel Souza: ações para enfrentar crise | Foto: Galileu Oldenburg

No próximo dia 31 de janeiro, o deputado estadual Gabriel Souza (MDB) encerrará a sua gestão à frente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Mais votado do partido em 2018, ele assumiu em 2021 o desafio de comandar o Legislativo gaúcho no ano em que o Estado enfrentou uma segunda onda de Covid-19 – ainda mais forte do que a primeira e sem vacinação –, o que agravou as consequências sociais e econômicas da pandemia na vida dos gaúchos.

A realidade exigiu uma atuação efetiva para enfrentar a crise sanitária, ao mesmo tempo que a gestão precisou construir um caminho de retomada. Para isso, a Assembleia promoveu o projeto “O RS Pós-Pandemia”, que debateu com especialistas, ouviu a sociedade por meio de pesquisas de opinião e apontou ações emergenciais para o Legislativo e para o Executivo em áreas como saúde, economia, educação e trabalho.

LEIA TAMBÉM: Kelly Moraes assume a presidência da Assembleia Legislativa

Aos 37 anos, Gabriel Souza está em seu segundo mandato como deputado estadual. Após ter sido líder do governo de José Ivo Sartori durante três anos e articular no Parlamento uma agenda de reformas estruturais do tamanho do Estado, Souza conduziu a Assembleia Legislativa em iniciativas com resultados concretos: R$ 5 milhões para 55 pronto-atendimentos e R$ 90 milhões para mais de 250 hospitais do Estado.

Sob a sua liderança, o protagonismo do Legislativo também resultou na aprovação de leis importantes, como o auxílio emergencial de apoio à atividade econômica e de proteção social, a inclusão da educação como critério de distribuição do ICMS para os municípios e o teto de gastos do Estado. A construção de uma nova proposta sobre a regionalização do saneamento – que garantisse mais autonomia aos gestores municipais – teve a mediação do presidente desde o início. Por meio de diálogo e convergência, ele garantiu a aprovação da nova norma.

LEIA TAMBÉM: Assembleia revoga reajuste de 117% na cota parlamentar

Ações de modernização e atualização das práticas da Assembleia Legislativa também foram realizadas no ano passado. Houve, por exemplo, a aprovação da primeira reforma do regimento interno da Casa em 30 anos, bem como a criação de um novo site e novas formas de ouvir a população. “Sempre defendi que o Parlamento precisa estar conectado com a sociedade que representa, no tempo dela, para que ele seja capaz não só de representar, mas de atender as necessidades atuais dos gaúchos”, ressalta o deputado.

Gabriel Souza tem afirmado que, durante a sua gestão, a Assembleia Legislativa mais ouviu do que falou. Por meio de pesquisas qualitativas, apropriou-se da opinião de milhares de gaúchos que apontaram caminhos a serem seguidos para a saída da crise provocada pela pandemia de Covid-19. Ele garante que esta é a sua forma de fazer política, um jeito moderno, que prioriza a interação, participação e coletividade. E é assim que o deputado pretende continuar pautando a sua vida pública.

LEIA TAMBÉM

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.